Mente sã, pensamentos puros - Parte 3

FAÇA DOWNLOAD:

mp3

Nós temos meditado que:

Deus é puro e Ele espera que Seus filhos vivam pelos princípios da pureza e a tornem como um estilo de vida. Por quê? A pessoa será feliz ou abençoada por Ele. Ser abençoado por Deus significa que eu tenho a total percepção da Sua realidade e permito que Ele trabalhe em minha vida, a fim de que o Seu poder, agindo dentro e através de mim, produza muitos frutos.

Isso tudo fica claro nas palavras de Jesus:

& Felizes as pessoas que têm o coração puro (podado pelo SENHOR, para produzir muitos frutos), pois elas verão a Deus (terão a percepção da Sua realidade e o Seu trabalho constante). (Mt.5:8 NTLH)

A pureza nos faz ter nojo, à semelhança de Deus, de uma vida de imoralidade e de pecados, porém, ela não nos torna perfeitos, porque ainda somos pecadores (prisioneiros em um corpo com tendências ao pecado, devido à nossa natureza pecaminosa).

A pureza, como estilo de vida, não nos deixa esquecer que somos cidadãos do “Céu” (cf. Fp.3:20) e, por isso, mantemos sempre o nosso foco para o “Alto”. Quanto mais buscamos a pureza, mais ansiamos receber um corpo transformado (glorificado, sem pecado) pelo SENHOR, no momento da Sua vinda (no arrebatamento da Igreja – cf. Fp.3:21)

A pureza nos faz olhar para o “Céu”, o nosso lar definitivo; no entanto, ela nos leva a olhar para este mundo com uma mente renovada e dedicada a Deus.

2Uma mente focada no “Céu” não deixa de pensar sobre como viver para a glória de Deus na Terra.

Paulo diz:

& 9 O que eu peço a Deus é que o amor (pelo Evangelho, segundo o contexto) de vocês cresça cada vez mais e que tenham sabedoria e um entendimento completo, 10 a fim de que saibam escolher o melhor. Assim, no dia da vinda de Cristo, vocês estarão livres de toda impureza e de qualquer culpa. 11 A vida de vocês estará cheia das boas qualidades que só Jesus Cristo pode produzir, para a glória e o louvor de Deus. (Fp.1:9-11)

O Evangelho nos dá a capacidade de enxergarmos a vida com os olhos de Deus e, desse modo, compreenderemos os Seus propósitos e saberemos definir as situações e tomar atitudes com maturidade e dedicação a Ele.

Quando nossas mentes estão voltadas para a Eternidade (“Céu”), não ficamos satisfeitos com as trivialidades terrenas (com o que é comum, banal, vulgar e ordinário). Em vez disso, nós procuraremos expressar a imagem de Deus a todos quanto pudermos, em um mundo belo, mas deteriorado tanto pelo pecado como pela perversidade humana.

O apóstolo Paulo diz:

& 9 (...) Pedimos a Deus que encha vocês com o conhecimento da sua vontade e com toda a sabedoria e compreensão que o Espírito de Deus dá. 10 Desse modo, vocês poderão viver como o Senhor quer e fazer sempre o que agrada a ele. Vocês vão fazer todo tipo de boas ações e também vão conhecer a Deus cada vez mais. 11 Pedimos a Deus que vocês se tornem fortes com toda a força que vem do glorioso poder dele, para que possam suportar tudo com paciência. (Cl.1:9-11 NTLH)

Da prisão, Paulo escreve aos cristãos de Éfeso, pedindo o seguinte:

& Por isso eu, que estou preso porque sirvo o Senhor Jesus Cristo, peço a vocês que vivam de uma maneira que esteja de acordo com o que Deus quis quando chamou vocês. (Ef.4:1 NTLH)

O propósito de Deus à Sua Igreja é que ela O revele a um mundo que fugiu e foge Dele. Todavia, como O mostraremos se não O vemos trabalhando em nossas vidas? Como as obras de Deus serão realizadas, se a única coisa que a maioria dos cristãos tem procurado é o bem-estar terreno, ou os seus interesses pessoais neste mundo? Caso vivamos desse modo, nós não podemos ser chamados de cidadãos do “Céu”!

O cidadão do “Céu” nele foca, e usa os seus recursos para viver de modo elevado sobre a Terra. O cidadão do “Céu” vive de modo perseverante no SENHOR sobre a Terra, a fim de ganhar o Seu favor no “Céu”, e não na Terra. O cidadão do “Céu” vive sob os termos de Deus, a fim de não ser mais um inimigo Dele. O cidadão do “Céu” vive sobre a Terra com a sua mente cheia das coisas do “Céu”.

& 7 E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. 8 Por último, meus irmãos, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente. (Fp.4:7,8 NTLH)

Que Deus nos abençoe!

ImprimirEmail