Prepare-se para a volta de Jesus! - Parte 19: Vantagens e desvantagens após a morte

FAÇA DOWNLOAD:

mp3

1 Tessalonicenses 4:13-14

Texto Bíblico:

& 13 Irmãos, queremos que vocês saibam a verdade a respeito dos que já morreram, para que não fiquem tristes como ficam aqueles que não têm esperança. 14 "Nós cremos que Jesus morreu e ressuscitou; e assim cremos também que, depois que Jesus vier, Deus o levará de volta e, junto com ele, levará os que morreram crendo nele." (1 Ts.4:13-14 NTLH)

Os cristãos de Tessalônica estavam preocupados com seus familiares e pessoas íntimas que haviam falecido. Caso acontecesse a volta de Jesus, qual seria a situação dessas pessoas? Eles estariam em vantagem ou em desvantagem, por ocasião da volta do SENHOR? Então, Paulo, o apóstolo, procura dar respostas a essas indagações. Hoje, porém, permaneceremos nos versículos 13 e 14 de 1 Tessalonicenses 4.

Na época de Paulo, vários pensadores e, especialmente, Sócrates, procuravam provar a existência da felicidade depois desta vida. Por que havia essa preocupação? O mundo pagão não possuía e não possui garantias de uma vida feliz após a morte.

Deus sempre orientou o Seu povo para que ficasse alerta quanto às análises teóricas sem fundamento, frutos de um raciocínio abstrato, ou seja, de ideias ou pensamentos irreais. Uma pessoa que não conhece a divina verdade sobre a vida após a morte, diante dela, entra em desespero e pânico.

1. Cuidado com as especulações religiosas e humanas! Não se apegue a elas.

& 13 Irmãos, queremos que vocês saibam a verdade (não sejam ignorantes, desconhecedores) a respeito dos que já morreram, para que não fiquem tristes como ficam aqueles que não têm esperança. (cf. Lv.19:28; Dt.14:1)

Desde os tempos mais antigos, os homens têm procurado encontrar repostas acerca da vida depois da morte. Quando o povo de Deus entrou na Terra Prometida, lá, havia médiuns que procuravam estabelecer contatos com as almas dos que já haviam morrido. Qual foi a advertência de Deus ao Seu povo, sobre essas práticas naquela ocasião?

& 10 "Não ofereçam os seus filhos em sacrifício, queimando-os no altar. Não deixem que no meio do povo haja adivinhos ou pessoas que tiram sortes; não tolerem feiticeiros," 11 nem quem faz despachos, nem os que invocam os espíritos dos mortos. 12 O SENHOR Deus detesta (odeia, abomina) os que praticam essas coisas nojentas e por isso mesmo está expulsando da terra esses povos, enquanto vocês vão tomando posse dela. 13 Em todas as coisas sejam fiéis ao SENHOR, nosso Deus. (Dt.18:10-13 NTLH)

Muitos falsos religiosos usam textos do Velho Testamento, a fim de provarem seus ensinamentos falsos. Eles interpretam certos textos bíblicos como se o túmulo fosse o fim de tudo.

Há aqueles que pensam que a morte não é o fim, pois a pessoa que morre, volta a se reencarnar. Porém, Deus ensina o contrário:

& Cada pessoa tem de morrer uma vez só (uma vez por todas) e depois ser julgada (aceita ou rejeitada) como por Deus. (Hb.9:27 NTLH)

A morte não vem somente para os imperfeitos, mas para todos que são ou não dedicados a Deus; Dele, receberão a sentença apropriada. Portanto, a morte não deve ser temida por aqueles que têm prazer em Deus e vivem para agradá-Lo!

2. Viva para agradar o SENHOR, a fim de ter o indescritível prazer de viver eternamente com Ele.

O apóstolo Paulo, através do seu exemplo de vida, nos ensina o seguinte:

& 6 Estamos sempre muito animados (encorajados), pois sabemos que, enquanto vivemos neste corpo, estamos longe do lar do Senhor. 7 Porque vivemos pela fé (pela convicção dada por Deus) e não pelo que vemos. 8 Estamos muito animados e gostaríamos de deixar de viver neste corpo para irmos viver com o Senhor. 9 Porém, acima de tudo, o que nós queremos é agradar o Senhor, seja vivendo no nosso corpo aqui, seja vivendo lá com o Senhor. (2 Co.5:6-9 NTLH)

Repare que Paulo expressa uma verdade: a pessoa deixa de viver no corpo, ou seja, fisicamente nesta vida, para viver com o SENHOR, isto é, na Casa de Deus, eternamente. Então, no verso 9, ele nos diz acerca de como devemos viver a vida que temos neste mundo. Essa é a gloriosa vantagem de quem vive para agradar a Deus.

3. As vantagens da vida após a morte dependerão tanto da sua fé como da sua obediência a Deus.

O cristão conhece a verdade sobre a morte e a vida eterna, a qual acontece logo após a nossa partida deste mundo. Uma vez que a alma sai do corpo por ocasião da morte, logo comparece perante o SENHOR, a fim de receber o justo julgamento.

& Porque todos nós temos de nos apresentar diante de Cristo para sermos julgados por ele. E cada um vai receber o que merece, de acordo com o que fez (praticado, exercido, empreendido) de bom (útil, saudável, como é proposto por Deus) ou de mau (de natureza perversa, não como deveria), na sua vida aqui na terra. (2 Co.5:10 NTLH)

Eu reconheço que houve e que há muitas pessoas boas neste mundo, mas se os seus atos de bondade não são provenientes da fé, ou da fidelidade e obediência a Deus, de acordo com os ensinamentos divinos, são atos do esforço humano, uma tentativa de ganhar vantagens com o SENHOR. Essa ideia é um erro doutrinário e, portanto, não se deixe enredar por ela. Todo sacrifício humano, seja ele qual for, não agrada a Deus, pois o que Lhe dá prazer é um espírito obediente.

& "Eu quero (o meu prazer está em...) que vocês me amem e não que me ofereçam sacrifícios; em vez de me trazer ofertas queimadas, eu prefiro que o meu povo me obedeça." (Os.6:6 NTLH)

Aqueles que se esforçam para serem bons por esforço próprio, têm por finalidade conseguir alguma esperança ou vantagem de salvação eterna, e muitos se tornam adeptos ao “Humanitarismo ou à Filantropia”.

Seus seguidores se esforçam para praticar a caridade, por meio do pensamento de que “ter amor excessivo pela humanidade” é o único meio de agradar a Deus e que o “Humanitarismo” ou a “Filantropia” é a verdadeira religião. Perceba que a obra de Jesus é substituída pela caridade pessoal, e aí está o erro.

Eu não querendo dizer que não devemos ser caridosos ou generosos, pois ajudar os necessitados é conteúdo da doutrina cristã. Todavia, a prática da caridade não garante a eternidade ao lado de Deus, pois Ele mesmo diz que o único meio de o homem ser salvo é por meio da fé em Jesus Cristo. A fidelidade a Ele e à Palavra de Deus, faz com que a fé se desenvolva por meio da obediência, pois é através dela que realizamos o que é “bom”, ou seja, a vontade de Deus. (Leia Tg.2:18)

A fé sem obras é morta e as obras feitas sem fidelidade a Deus são uma atitude de barganha. Você não influencia a Deus para aprová-lo e aceitá-lo pelo que faz. Porém, você é aprovado e aceito por Deus, quando faz o que Ele lhe pede para ser feito. (cf. Jo.14:21-24)

4. Tenha prazer na Verdade, permaneça nela e desfrute das vantagens divinas após a sua morte.

& 14 "Nós cremos que Jesus morreu e ressuscitou; e assim cremos também que, depois que Jesus vier, Deus o levará de volta e, junto com ele, levará os que morreram crendo nele." (NTLH)

Esteja preparado para se encontrar com o SENHOR, o teu Deus! (cf. Amós 4:12) Aquele que não se prepara para esse dia, que grande desvantagem terá!

Muito mais haveria para falar e comentar, mas nestas breves palavras, eu procurei mostrar que viver para Cristo é uma grande vantagem, não como barganha, pois só vive com Jesus aquele que Nele vive com intenso prazer. Esse ganhará a Sua presença eterna e a felicidade infindável e indescritível. Entretanto, que desvantagem terá aquele que O desprezou nesta vida e viveu de acordo com os seus próprios interesses!

Não tive a intenção de gerar um espírito de ameaça, mas expus partes da Verdade da Palavra de Deus, alguns dos pensamentos divinos, a fim de que todos nós possamos, um dia, vivermos alegres na eternidade ao lado de Deus e livres de todas as dores que este mundo afastado do SENHOR nos impõe.

Que nós nos empenhemos em um compromisso sério com Deus, por meio de Jesus Cristo e Seu Evangelho, sabendo que, quando os nossos olhos se fecharem neste mundo, possam se abrir e permanecer no mais lindo e feliz lugar!

Que Deus nos abençoe!

ImprimirEmail