Prepare-se para a volta de Jesus! - Parte 7: Que o meu coração pertença sempre a Jesus (3)

FAÇA DOWNLOAD:

mp3

1 Tessalonicenses 2:13-16

Texto Bíblico:

&13 E existe outra razão pela qual sempre damos graças a Deus. Quando levamos a vocês a mensagem de Deus, vocês a ouviram e aceitaram. Não a aceitaram como uma mensagem que vem de pessoas, mas como a mensagem que vem de Deus, o que, de fato, ela é. Pois Deus está agindo em vocês, os que crêem. 14 Meus irmãos, o que aconteceu com vocês já havia acontecido também com as igrejas de Deus na Judéia, com o povo dali que pertence a Cristo Jesus. Vocês foram perseguidos pelos seus próprios patrícios do mesmo modo que os cristãos da Judéia foram perseguidos pelos judeus. (veja At. 17:5; 2 Ts. 1:3-8) 15 Foram os judeus que mataram o Senhor Jesus e os profetas e também nos perseguiram. Eles desagradam a Deus e são inimigos de todos. (veja At.7:51,52; Mt.23:27-37) 16 Tentam até nos impedir de anunciarmos a mensagem de salvação aos não-judeus. Com isso eles completam o total dos pecados que eles têm cometido. Mas agora o castigo de Deus caiu finalmente sobre eles. (veja At. 17:13)(NTLH)

Aquele que se prepara para a volta de Jesus é porque está recebendo o Evangelho segundo Deus. Aquele que não recebe o Evangelho como ele é, sequer se preocupa com a volta de Jesus, com a eternidade e com os princípios cristãos que regem um compromisso sério com a fé e as obras, pois ele vive está em uma igreja somente para buscar os seus interesses pessoais. Além do mais, eles pensam que, pertencendo a uma denominação, pertencem a Cristo.

1. Que eu ouça e aceite a mensagem (Evangelho) de Deus e não as suposições dos homens. (v.13)

& 13 E existe outra razão pela qual sempre damos graças a Deus. Quando levamos a vocês a mensagem de Deus, vocês a ouviram e aceitaram. Não a aceitaram como uma mensagem que vem de pessoas, mas como a mensagem que vem de Deus, o que, de fato, ela é. Pois Deus está agindo em vocês, os que crêem. (NTLH)

Como é fácil ser enganado pelo próprio coração, ou seja, pelos desejos pessoais! Quando perceberemos que o nosso egoísmo nos torna pessoas doentias?

Vamos ler as palavras do profeta Jeremias ao povo de Deus, sobre as quais deveríamos refletir em nossos dias:

&9 “Quem pode entender o coração humano? (aprender a conhecê-lo com sabedoria) Não há nada que engane tanto (traiçoeiro, astucioso, enganador) como ele; está doente (incurável, perverso, corrupto) demais para ser curado. 10 Eu, o SENHOR, examino (detalhadamente) os pensamentos e ponho à prova os corações. Eu trato cada pessoa conforme a sua maneira de viver (seus caminhos, estilo de vida), de acordo com o que ela faz (o fruto de suas ações ou obras).” (Je.17:9,10 NTLH)

O que nós aprendemos neste verso?

  • Os desejos humanos são enganosos.
  • Os desejos humanos são perversos e corruptos.
  • Deus examina detalhadamente e põe à prova os nossos pensamentos ou planos.
  • Os frutos que produzimos correspondem ao nosso estilo de vida.
  • Deus julgará cada um tanto pelo “estilo de vida” como “pelo que produz” – fé e obras.
  • Sem a sabedoria divina não há como discernir o coração humano.

Diante dessas verdades, nós deveríamos refletir sobre os caminhos, o modo de vida que estamos adotando e o que estamos produzindo de útil, tanto a nós mesmos como ao nosso semelhante. Porém, como faremos isso sem a sabedoria divina?

O que é a sabedoria divina? Em termos gerais, é a capacidade que nos é dada por Deus, a fim de vermos a vida como o próprio SENHOR a vê, de discerni-la como Ele a discerne, de vivê-la como Ele a planejou.

Porém, quando nos afastamos de Deus, nós perdemos a noção do que é certo ou errado, do que é útil ou inútil, do que é bom ou mal e até sobre quem somos e a quem realmente pertencemos, pois, a imagem que fazemos de nós mesmos não é verdadeira. Mentimos tanto para nós mesmos, que chegamos a ponto de acreditarmos que somos uma determinada pessoa quando não a somos!

Em vez de vivermos a verdade de nós mesmos, escolhemos a mentira e tudo o que buscamos é para alimentar a ilusão que temos de nós mesmos. Essa ilusão nos faz “correr atrás do vento”, segundo o rei Salomão. (cf. Ec.1:14)

Ora, se mentimos para nós mesmos, por que não mentir a outras pessoas, a fim de conseguir o que desejamos? Esta é a filosofia que está inserida no mundanismo, o qual se opõe a toda Verdade divina e ao próprio Deus. Infelizmente, isso tudo rouba de nós a segurança e esta não é encontrada sequer no nosso coração!

O trabalho do Evangelho verdadeiro visa mudar o coração do homem e, caso queira ser transformado por Deus, a mensagem divina deve mostrar onde deve estar o foco prioritário de cada ser humano, ou seja, em Jesus. Deus não aprovará aquele que conseguiu na vida todos os tipos de bens materiais, prazeres e comodidades, mas aquele que se mantém em um compromisso restaurador em Cristo e no Seu Evangelho.

Para que o nosso foco esteja em Cristo é necessário ouvir sobre Ele e aceitá-Lo, ou seja, aprender muito sobre Ele e caminhar no caminho Dele, a fim de expressá-Lo tanto por pensamentos, palavras e ações neste mundo. Quem assim age perceberá Deus agindo na sua vida. Não são estas as palavras de Paulo no final do verso 13 do nosso texto base?

Quem aceita suposições humanas ou um evangelho humano, essa pessoa nada aprenderá sobre Cristo verdadeiramente. Nada aprenderá sobre o seu compromisso com Ele, acerca da fé e das obras que devem ser realizadas por aqueles que Nele creem.

O “evangelho das suposições” apenas ensina que você pode, através Dele, conseguir soluções para os seus anseios pessoais nas diferentes áreas da sua vida. Além do mais, que por meio Dele você se livrará de todo tipo de sofrimento, pois o sofrimento na vida de um cristão não é a vontade de Deus e não deve acontecer pela permissão divina.

Portanto, aquele que se prepara para a volta de Jesus não se deixa iludir por suposições humanas, mas ouve e aceita a mensagem do Evangelho de Deus, acerca de Jesus Cristo.

2. Que eu não estranhe qualquer pressão, rejeição e perseguição, pelo fato de pertencer a Cristo. (v.14)

&14 Meus irmãos, o que aconteceu com vocês já havia acontecido também com as igrejas de Deus na Judéia, com o povo dali que pertence a Cristo Jesus. Vocês foram perseguidos pelos seus próprios patrícios do mesmo modo que os cristãos da Judéia foram perseguidos pelos judeus. (veja At. 17:5; 2 Ts. 1:3-8). (NTLH)

O Evangelho não nos leva a pertencer a um homem, a um líder ou a uma denominação, mas a Cristo Jesus. Eu reconheço que Deus nos dá uma igreja local para sermos membros daquela família espiritual e, geralmente, ela pertence a alguma denominação. Porém, essa instituição não é maior do Jesus e eu estou lá pela vontade de Deus, mas pertenço a Cristo.

As denominações são passageiras, entretanto, Jesus é eterno. Muitos pertencem a uma denominação e seguem as suas regras, conceitos doutrinários e costumes, mesmo que não se ajustem ao Evangelho de Jesus e ao compromisso com a missão dada por Ele à Igreja. Você acredita nisso?

Por causa disso, nós temos as igrejas ao gosto de cada um. Não é com pouca frequência que ouço: “Eu não fiquei naquela igreja porque não me adaptei a ela!” A pessoa não questiona a vontade de Deus para a sua vida, o seu crescimento espiritual e moral, a fim de se ajustar tanto à missão como à Pessoa de Jesus, a fim de que pela fé produza as obras que Deus planejou que fossem feitas. (cf. Ef.2:10; Tt.2:14; Tg.2:24-26)

Por outro lado, muitas pessoas são enganadas pelos “espiritualmente cegos” e quem são estes? São aqueles que acreditam no poder de Jesus, mas que andam no caminho não proposto por Deus em Cristo. Então, eles não conseguem ver a luz dentro deles que advêm do resplendor do Evangelho da glória de Cristo. São pessoas que creem em Deus, mas que não são verdadeiramente transformadas por Cristo. Elas são dirigidas não por princípios espirituais, mas por “chavões”, bordões, clichês ou frases repetitivas e sem originalidade.

Então, nós ouvimos: “Deus é bom e não quer que você sofra! Ele é poderoso para libertar sua vida dos seus opressores! Ele vai fazer os desejos do teu coração! Peça com fé e Ele dará! Acredite e tudo acontecerá de acordo com a fé do teu coração!” São tantos os “chavões” que é difícil mencionar a maioria deles!

Quando você ouve e aceita o Evangelho que vem de Deus e é conduzido a uma igreja séria e comprometida com a Verdade divina, você receberá a ordem do “Alto” para desmembrar-se de um grupo (o mundo) e se tornar membro de outro (a Igreja). O grupo do qual você saiu o observará a princípio com outros olhos e à medida que você declara as razões de estar pertencendo a outro conjunto de pessoas será odiado e desprezado. Isso acontece até entre amigos e colegas.

Caso você continue a defender verbalmente e com atitudes a sua nova filiação, o ódio aumentará e, então, virão as humilhações, fofocas e perseguições. Nós temos aprendido que os grandes sofrimentos nos chegam por meio daqueles que não esperamos e, portanto, por meio daqueles que estão e são bem próximos a nós!

Paulo fala da perseguição que as igrejas (compostas por israelitas convertidos a Cristo) na Judeia sofriam pelos fanáticos religiosos judeus e as compara com a perseguição sofrida pelos cristãos de Tessalônica, pelos próprios tessalonicenses. Estes eram instigados a perseguirem os novos cristãos tanto pela inveja como pelas tramas malvadas dos judeus, os quais usaram vários malandros das ruas e desordeiros para importunar e prejudicar a vida daqueles que se dedicaram a Jesus.

Ataques aos que pertencem a Cristo, isto é, àqueles que estão comprometidos com uma nova vida em Cristo Jesus (cf. 2 Co.5:17) e com a missão que Ele lhes dá (cf. Jo.15:16).

Portanto, aquele que se prepara para a volta de Cristo deve ser perseverante diante dos possíveis ataques à sua fé, pelo fato de declararem que pertencem a Cristo.

3. Que eu agrade a Deus cooperando com os Seus propósitos, por meio da Igreja em Cristo. (vs.15,16)

&15 Foram os judeus que mataram o Senhor Jesus e os profetas e também nos perseguiram. Eles desagradam a Deus e são inimigos de todos. (veja At.7:51,52; Mt.23:27-37) 16 Tentam até nos impedir de anunciarmos a mensagem de salvação aos não-judeus. Com isso eles completam o total dos pecados que eles têm cometido. Mas agora o castigo de Deus caiu finalmente sobre eles. (veja At. 17:13) (NTLH)

O povo de Deus rejeitou a Jesus e aqueles que creram Nele. Infelizmente, isso é uma característica dentro da própria Igreja. Os falsos líderes procuram uma luz que os encha de esplendor, quando quem deve brilhar é Jesus, pois Ele é a verdadeira luz. (cf. Jo.1:4,5; 8:12; 9:5) Jesus continua no mundo por meio da Igreja e tentar ofuscar a Sua glória é um grande pecado!

Muitos dizem que não ofuscam a glória de Cristo, porque falam Dele. Porém, não adianta falar de Jesus, quando aquele que Dele fala, não diminui a si mesmo diante de Cristo em meio do povo que o vê e escuta. (cf. Jo.1:6-8,15; 3:30,31)

Como é triste assistir àqueles que usam todo tipo de mídia para zombar dos que prezam em anunciar a mensagem de Deus, a qual exige aos que creem que se arrependam dos seus pecados, se alinhem aos princípios espirituais e morais apresentados por Cristo e passem a pertencer somente a Ele. Eles dizem que esse “tipo de evangelho não produz nada, pois nele não há poder!”

O que dizer? As pessoas nascem totalmente ignorantes, ao longo dos anos elas se tornam banais, porém, depois de muita atividade, acabam se tornando em celebridades estúpidas!

Os que ignoram o Evangelho autêntico vivem para provar suas mentiras e enganos, mas os humildes procuram viver a Verdade a custo muito alto!

Saiba que uma pessoa que não coopera com Deus, fatalmente influenciará outros a não terem compromisso com Deus e Seu Evangelho. As argumentações serão muitas, porém, sobre eles virá o castigo de Deus, segundo o próprio apóstolo Paulo.

Portanto, aquele que se prepara para a volta de Jesus coopera com Deus, a fim de que a mensagem de Deus acerca da glória de Jesus Cristo no Evangelho seja conhecida. Ele incentiva os que compartilham o Evangelho, se esforça em aprendê-lo, se aplica a ensinar o que aprendeu e fortalece os novos a se manterem na fé com o seu exemplo, tanto por palavras como por ações.

Que Deus nos abençoe!

ImprimirEmail