A fé é mais do que acreditar - Parte 25: A fé de José - A fé verdadeira nos dá ânimo e coragem

FAÇA DOWNLOAD:

mp3

Hebreus 11:22

Texto Bíblico:

& Foi pela fé que José, quando estava para morrer, falou da saída dos israelitas do Egito e deu ordens sobre o que deveria ser feito com o seu corpo. (Hb.11:22 NTLH)

Como é fácil enfraquecer-se na fé, desanimar e se tornar apático às coisas de Deus, diante de muitos sofrimentos, especialmente quando eles nos vêm daqueles que menos esperamos, das pessoas mais achegadas a nós!

A vida neste mundo não é fácil, ainda mais para o cristão que é fervoroso e dedicado a Deus. Em nenhum lugar da Bíblia está escrito que o filho de Deus está isento de aflições, perigos, ameaças, rejeições, dívidas, problemas familiares, perdas, incertezas, perseguições e traições.

A vida de José nos revela essas características e com ele nós podemos aprender a não enfraquecermos na fé, a fim de não desanimarmos, tornando-nos apáticos na nossa vida com Deus.

Com a vida de José, aprendemos a confiar na “providência divina”, isto é, no controle que Deus exerce sobre a história, a fim de realizar os Seus planos, por meio daqueles que Ele escolhe.

A realização dos planos divinos não isenta Seus filhos de todo tipo de tribulações e martírios, os quais, em nosso tempo, estão acontecendo em vários locais neste mundo. Entretanto, o que importa é como o cristão deixará este mundo – vitorioso na fé ou derrotado pelo medo e pela insegurança.

1. Nunca subestime ou despreze as palavras de Jesus.

Jesus disse:

& 32 "Pois chegou a hora de vocês todos serem espalhados, cada um para a sua casa; e assim vão me deixar sozinho. Mas eu não estou só, pois o Pai está comigo." 33 "Eu digo isso para que, por estarem unidos comigo, vocês tenham paz. No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo." (Jo.16:32,33 NTLH)

Jesus estava preparando os Seus discípulos para o momento da Sua morte, a qual se deu no Calvário. O terror daqueles momentos seria tão grande, que Ele seria abandonado pelos Seus. Então, Jesus declara que não estaria sozinho, pois o Pai estaria com Ele. Jesus afirmava a todos que tudo o que estava acontecendo era da vontade do Pai e, por isso, ele tinha ânimo ou coragem para perseverar.

Então, Jesus diz que tivessem fé ou confiança Nele, por meio da comunhão de todos com Ele. Por quê? Porque eles teriam que passar por sofrimentos neste mundo, mas que tivessem muita coragem. Jesus, finalmente diz ser vitorioso sobre o mundo. Em outras palavras: “Vejam como eu, unido com o Pai, saio vitorioso deste mundo!

& Porque todo filho de Deus pode vencer o mundo. Assim, com a nossa fé conseguimos a vitória sobre o mundo. (1 Jo.5:4 NTLH)

Quem são os filhos de Deus? São aqueles que nasceram Dele em Cristo Jesus, pois tiveram a experiência do “Novo Nascimento”, isto é, reconheceram a sua pobreza espiritual e moral e se renderam a Deus, a fim de serem transformados pelo Evangelho de Jesus.

João diz que o mundo é vencido pela fé (fidelidade, obediência com confiança) em Deus. O mundo significa um sistema ou filosofia de vida que se opõe aos princípios provenientes da verdade divina. Essa filosofia de vida gera uma conduta degradante, tanto espiritual como moral, a qual nós chamamos de mundanismo.

Então, para que possamos ser abençoados pelo Pai Eterno, nós temos que nos manter unidos a Jesus, obedecermos e confiarmos Nele, pois é somente por meio do que aprendemos Dele é que podemos vencer o mundo.

No entanto, quando você vive a vontade do Pai, o mundo o desprezará, rirá ou debochará da sua fé, e se isso não bastar, ele o odiará! Jesus disse:

& 18 (...) Se o mundo odeia vocês, lembrem que ele me odiou primeiro. 19 Se vocês fossem do mundo, o mundo os amaria por vocês serem dele. Mas eu os escolhi entre as pessoas do mundo, e vocês não são mais dele. Por isso o mundo odeia vocês. (Jo.15:18,19 NTLH)

Portanto, o cristão que vive pela fé bíblica não deve esperar do mundo aplausos e aceitação. Porém, é no mundo que você foi chamado para fazer a vontade de Deus.

Hoje, você é estranho ao mundo, por causa da graça e dos propósitos divinos na sua vida. Você é como um vírus que afeta o mundo e a sua filosofia de mundanismo. Saiba que ele fará de tudo para destruir a sua vida, tanto espiritual, moral e até fisicamente falando, o que acontece em vários países sobre a Terra.

Por que eu estou falando sobre o mundanismo e o mundo se o nosso tema é a fé de José? Desejo que você saiba que o mundanismo pode ser encontrado até mesmo entre os filhos de Deus! Então, não se surpreenda ao encontrar cristãos mundanos na igreja! Isso não deveria ser comum, mas lembre-se do que Jesus ensinou sobre o trigo e o joio, crescendo juntos. (cf. Mt.13:24-30)

José era o filho mais novo de Jacó e Deus tinha um plano muito grande através da sua vida, para abençoar todos os descendentes de seus irmãos, os quais formariam o povo de Israel. A sua vida é tanto um exemplo de fé quanto de desafio à vida cristã.

Sempre que falamos sobre José, nós nos lembramos da sua prisão no Egito e de como ele assumiu o mais alto posto político naquele país. Todavia, antes de José ter ido para o Egito com escravo, ele enfrentou o ódio contra a sua pessoa dentro da sua própria casa, a inveja e a cólera de seus próprios irmãos!

2. Muitas vezes, assim como na vida de José, Deus permite que o seu sofrimento tenha início entre os que você mais estima. (Gênesis 37)

  • José, pelo fato de ser o filho mais novo, tinha o amor do seu pai, Jacó. (v.3)

& Jacó já era velho quando José nasceu e por isso ele o amava mais do que a todos os seus outros filhos. Jacó mandou fazer para José uma túnica longa, de mangas compridas. (Gn.37:3 NTLH)

  • José era o alvo do ódio de seus irmãos. (v.4)

& Os irmãos viam que o pai amava mais a José do que a eles e por isso tinham ódio dele e eram grosseiros quando falavam com ele. (Gn.37:4 NTLH)

  • José era alvo da inveja espiritual da parte de seus irmãos.(vs.5-8)

& 5 Certa vez José teve um sonho e o contou aos seus irmãos. Aí é que ficaram com mais raiva dele 6 porque ele disse assim: — Escutem, que eu vou contar o sonho que tive. 7 Sonhei que estávamos no campo amarrando feixes de trigo. De repente, o meu feixe ficou de pé, e os feixes de vocês se colocaram em volta do meu e se curvavam diante dele. (cf. Gn.42:6) 8 Então os irmãos perguntaram: — Quer dizer que você vai ser nosso rei e que vai mandar em nós? E ficaram com mais ódio dele ainda por causa dos seus sonhos e do jeito que ele os contava. (Gn.37:5-8 NTLH)

  • José foi alvo de violência familiar. (vs.18,23,24)

& 18 Eles viram José de longe e, antes que chegasse perto, começaram a fazer planos para matá-lo. 23 Quando José chegou ao lugar onde os seus irmãos estavam, eles arrancaram dele a túnica longa, de mangas compridas, que ele estava vestindo. 24 Depois o pegaram e o jogaram no poço, que estava vazio e seco. (Gn.37:18,23,24 NTLH)

  • José foi vendido como escravo aos Ismaelitas. (v.28)

& Quando alguns negociantes midianitas passaram por ali, os irmãos de José o tiraram do poço e o venderam aos ismaelitas por vinte barras de prata. E os ismaelitas levaram José para o Egito (cf. Atos 7:9). (Gn.37:28 NTLH)

  • José é finalmente separado de seu pai e levado para o Egito, onde ele foi vendido como escravo. (vs.31-36)

& 31 Então os irmãos mataram um cabrito e com o sangue mancharam a túnica de José. 32 Depois levaram a túnica ao pai e disseram: — Achamos isso aí. Será que é a túnica do seu filho? 33 Jacó a reconheceu e disse: — Sim, é a túnica do meu filho! Certamente algum animal selvagem o despedaçou e devorou. 34 Então, em sinal de tristeza, Jacó rasgou as suas roupas e vestiu roupa de luto. E durante muito tempo ficou de luto pelo seu filho. 35 Todos os seus filhos e filhas tentaram consolá-lo, mas ele não quis ser consolado e disse: — Vou ficar de luto por meu filho até que vá me encontrar com ele no mundo dos mortos. E continuou de luto por seu filho José. 36 Enquanto isso, os midianitas venderam José a Potifar, oficial e capitão da guarda do rei do Egito. (Gn.37:31-36 NTLH)

Qual é a importância da vida familiar no desenvolvimento de uma pessoa? O que implica o desenvolvimento familiar na autoestima, identidade e segurança na vida de alguém?

  • Autoestima:
  • Identidade: você é a pessoa que diz ser, o conjunto de percepções e sentimentos que você tem em relação a si próprio, os quais permitem que você reconheça e seja reconhecido socialmente.
  • Segurança: você é estável, demonstra confiança, não é hesitante ao decidir e, portanto, não é inseguro.

3. Ao longo dos seus dias, confie nos planos de Deus e não permita o enfraquecimento da sua fé.

José tinha tudo para se tornar uma pessoa amargurada, problemática e emocionalmente desestruturada, doente, desanimada e espiritualmente apática. Entretanto, ele terminou os seus dias sem perder a sua fé e, por meio dela, cumpriu todos os planos de Deus para a sua vida.

Portanto, mesmo sofrendo todos esses dissabores, José não se revoltou contra Deus e, vivendo pela fé:

  • José não mudou a maneira de pensar acerca de si mesmo.
  • José não perdeu a sua identidade.
  • José não se transformou em uma pessoa insegura e amarga.

Depois de sofrer injustamente no Egito, José ficou como prisioneiro em cadeias, mas depois de solto, ele ocupou o lugar de alta honra, abaixo somente do Faraó. Lá ele recebeu a sua família e os descendentes de Jacó se multiplicaram e, anos depois, saíram pelo deserto em direção à Terra Prometida, conduzidos por Moisés.

O que aconteceu com José era um retrato do que aconteceria com Jesus séculos à frente. Jesus foi invejado, odiado e rejeitado pelos Seus. (cf. Jo.1:8-11) Ele foi vendido por 30 moedas de prata. (cf. Mt.26:14-16) Jesus foi o Servo Sofredor, suportou todos os sofrimentos e foi colocado em lugar de honra. (cf. Isaías 52:13-53:12) Jesus preparou o nosso lugar definitivo na eternidade e nós conhecemos o caminho para lá. (Jo.14:1-4)

A minha esperança é que você seja corajoso e não desista da fé verdadeira, ainda que ela o encaminhe para vales sombrios e aterradores! Se você está disposto a fazer a vontade de Deus neste mundo, não tenha medo, pois Deus está no controle da sua vida. Importe-se sobre como terminarão os seus dias sobre a Terra, a fim de viver eternamente nas delícias dos prazeres do Céu ao lado de Jesus!

Confiemos nas palavras do apóstolo Paulo:

& Eu penso que o que sofremos durante a nossa vida não pode ser comparado, de modo nenhum, com a glória que nos será revelada no futuro. (Rm.8:18 NTLH)

Que Deus nos abençoe!

ImprimirEmail