A fé é mais do que acreditar - Parte 17: A fé de Noé (2) - A exemplo de Noé, expresse a fé genuína

FAÇA DOWNLOAD:

mp3

Hebreus 11:6,7

Texto Bíblico:

& 6 Sem fé ninguém pode agradar a Deus, porque quem vai a ele precisa crer que ele existe e que recompensa os que procuram conhecê-lo melhor. Foi pela fé que Noé ouviu os avisos de Deus sobre as coisas que iam acontecer e que não podiam ser vistas. Noé obedeceu a Deus e construiu uma barca em que ele e a sua família foram salvos. Assim Noé condenou o mundo e recebeu de Deus a aprovação que vem por meio da fé. (Hb.11:7 NTLH)

Nós temos meditado sobre a fé durante dezesseis semanas, e hoje, é a décima sétima. O objetivo dessas meditações é defender a “fé bíblica”, a qual tem sido distorcida do seu significado original.

A fé verdadeira agrada a Deus e não ao homem, pois ela procura os interesses divinos e não os humanos. Afinal, lemos no verso 6 que “sem fé ninguém pode agradar a Deus”! Entretanto, você não pode considerar somente esta parte do verso bíblico, esquecendo-se do seu restante: “porque quem vai a ele precisa crer que ele existe e que recompensa os que procuram conhecê-lo melhor”.

A fé verdadeira não nasce dos insaciáveis desejos humanos que visam obter de Deus todos os nossos sonhos pessoais, mas ela vem do desejo de Deus em nos dar Suas revelações, a fim de que sejamos obedientes, dentro de um período de tempo da história estabelecida por Ele. Então, Deus prova o nosso conhecimento sobre Ele, incluindo Seu caráter e Seus propósitos, em um período de tempo determinado por Si.

Por exemplo: No início da raça humana como a conhecemos, Deus provou a fé de Adão e de Eva da seguinte maneira:

  • Que povoassem a Terra.
  • Que dominassem a Terra.
  • Que tivessem domínio sobre os animais.
  • Que cuidassem do jardim do Éden.
  • Que se abstivessem de comer o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, para que, pela obediência, eles não sofressem o castigo divino, o qual traria a este mundo a morte física e a espiritual.

A obediência de Adão e Eva lhes daria a condição de andarem na presença de Deus e de usufruírem de toda a Sua providência. Caso eles desobedecessem, sofreriam o afastamento de Deus (a morte espiritual) e condenariam os seus descendentes a experimentarem a morte física. Eles desobedeceram e, por isso, nós herdamos deles a sua natureza pecaminosa e, por consequência, experimentamos tanto a morte espiritual quanto a física.

Depois da queda de Adão e Eva, Deus passou a provar a fidelidade ou fé do ser humano nos aspectos que abrangiam:

  • A maldição divina sobre a “serpente” (Satanás) – a sua perdição eterna.
  • A mudança na condição da mulher e sua gravidez com dores.
  • A maldição sobre a natureza.
  • A imposição de trabalho duro à humanidade para produzir alimentos com muito suor.
  • A promessa de Cristo como a semente que ferirá a cabeça da “serpente” (Satanás).

A partir desse período, o ser humano somente poderia se alinhar com Deus, pelo reconhecimento da sua natureza pecaminosa, ou seja, reconhecendo ser um pecador, aceitando o meio de Deus para perdoar os seus pecados e se harmonizar com Ele pela fé, no sacrifício de Jesus, “o Cordeiro de Deus”, que morreria pelos pecados daqueles que O aceitassem como seu único Salvador Eterno.

Foi isso o que Abel fez e o que Caim não fez! Abel ofereceu um cordeiro no altar do SENHOR, enquanto Caim ofereceu os frutos do seu trabalho, mas sem a consciência de ser um pecador e dependente do perdão e da misericórdia divina.

Muitos pensam que fazendo coisas para Deus obterão a Sua aceitação. Isso é um grande erro! O insensato nunca conseguirá a aprovação de Deus, porque não anda nos Seus conselhos e despreza os Seus planos para a sua vida.

Enoque foi provado quanto à sua integridade em um mundo que se afastava cada vez mais de Deus. Ele demonstrou uma fé genuína, andou com Deus e foi levado (arrebatado) à presença do SENHOR.

Noé foi provado na sua obediência em um mundo totalmente depravado e desobediente a Deus. Ele foi aprovado pelo SENHOR e escapou do grande juízo divino que se abateu sobre toda a raça humana, por meio do Dilúvio.

Todos eles entenderam a mente e os planos de Deus em suas respectivas épocas e foram fiéis a Ele. Andaram com Deus e foram recompensados, segundo a misericórdia Dele. Eles não receberam tudo o que gostariam de receber, mas todos obtiveram a vida do Alto, a maior recompensa que o ser humano pode obter do Criador, ou seja, viver com Ele na eternidade.

Pela fé, esses homens, nos seus dias, lutaram contra o poder do mal, sua influência sobre suas vidas, foram obedientes e agradaram a Deus, portanto, eles alcançaram o prêmio eterno, o descanso na eternidade. Todos eles demonstraram uma fé bíblica e genuína, a mesma que devemos demonstrar em nossos dias. Deus nunca os abandonou e sempre supriu as suas necessidades no dia a dia.

Noé, o nosso herói na fé em questão, aprendeu a viver pela fé e andou em intimidade com Deus, mesmo sendo imperfeito. A sua vida de harmonia com o SENHOR fez com que fosse aceito ou aprovado por Ele, porque viveu para exaltá-Lo em um mundo incrédulo. Noé tinha em si o desejo de viver pela fé genuína, a qual nós denominamos em nossas meditações como a “fé bíblica”.

Procure entender o que a fé bíblica não é:

  • Ela não segue a tradição religiosa ou oral de nossos antepassados. Advertência bíblica: Mt.15:8,9 - & “Deus disse: Este povo com a sua boca diz que me respeita, mas na verdade o seu coração está longe de mim. 9 A adoração deste povo é inútil, pois eles ensinam leis humanas como se fossem meus mandamentos.”
  • Ela não vive em busca de favores temporais. Advertência bíblica: 1 Co.15:19 - & “Se a nossa esperança em Cristo só vale para esta vida, nós somos as pessoas mais infelizes deste mundo.”
  • Ela não é nominal, simulada (fingida) e sem compromisso. Advertência bíblica: Lc.6:46 - & “— Por que vocês me chamam “Senhor, Senhor” e não fazem o que eu digo?”
  • Ela não se sustenta pelo ativismo. Advertência bíblica: Mt.7:22,23 - & Quando aquele dia chegar, muitas pessoas vão me dizer: “Senhor, Senhor, pelo poder do seu nome anunciamos a mensagem de Deus e pelo seu nome expulsamos demônios e fizemos muitos milagres!” 23 Então eu direi claramente a essas pessoas: “Eu nunca conheci vocês! Afastem-se de mim, vocês que só fazem o mal!”
  • Ela não nos induz a duvidarmos da existência nem do caráter de Deus. Advertência bíblica: Hb.11:6 - Sem fé ninguém pode agradar a Deus, porque quem vai a ele precisa crer que ele existe e que recompensa os que procuram conhecê-lo melhor.

Então, a fé que Noé expressou nos seus dias deve ser a mesma que devemos manifestar em nosso tempo. Afinal, nós estamos sendo provados em relação ao final dos tempos, do futuro retorno de Jesus para buscar a Sua Igreja.

Vivemos em uma época cheia de perversão, maldade, falta de amor, incredulidade e falta de fé em Deus. Portanto,

  1. Pela fé, creia que o Deus diz acerca do futuro é algo concreto e já estabelecido. (cf.Hb11:13)
  1. Por meio da fé, respeite a Deus e sempre esteja disposto a aprender. (cf. Pv.1:7)
  1. Por meio da fé, confie na Palavra de Deus e se esforce para obedecê-Lo e agradá-Lo. (cf. Hb.1:6)
  1. Pela fé, não tenha medo de testemunhar a sua comunhão com Deus, por meio de Cristo Jesus. (cf. At.1:8)
  1. Pela fé, suporte os sofrimentos nesta vida. (cf. Tg.1:2-4)
  1. Pela fé, não se deixe vencer pelos desejos carnais e mundanos. (cf. 1 Jo.5:4)
  1. Pela fé, viva de acordo com o chamado de Deus, em Cristo. (cf. Ef.4:1)

A minha esperança é que expressemos uma fé vitoriosa, que não tenha como base o triunfalismo humano. Que nós cantemos a nossa fé em Deus, porém, com poesias que expressem realmente o caráter de Cristo e o nosso compromisso com Ele. Que nós aprendamos a expressar com amor a nossa fidelidade a Deus, a qual para muitos é uma loucura, mas para nós é a verdadeira segurança e sucesso.

Que a nossa fé produza resultados, primeiramente, aos da nossa família, como aconteceu com Noé. (cf. Hb.11:7) Que a fé de Noé sirva de exemplo a cada um de nós, a fim de que sejamos homens e mulheres fiéis e comprometidos com Deus, por meio de Jesus Cristo, o nosso SENHOR!

Que nós tenhamos coragem, mas de que ela adianta se não tivermos fé para não desistirmos? É pelo nosso conhecimento de Deus e confiança na Sua Palavra que perseveraremos até o fim de nossos dias. Paulo disse:

& Fiz o melhor que pude na corrida, cheguei até o fim, conservei a fé. (2 Tm.4:7 NTLH)

Que Deus nos abençoe!

ImprimirEmail