Jesus, o Eterno Presente de Deus - Parte 2

FAÇA DOWNLOAD:

mp3

João 3:16

Na semana passada, nós meditamos sobre as razões de Deus ter enviado Jesus à humanidade como o “Eterno Presente de Deus”, e hoje, meditaremos sobre como nós devemos responder a Ele, por nos ter dado Jesus – a Sua “Oferta” Eterna.

Texto Bíblico:

& Porque Deus amou [acolheu com alegria] o mundo tanto, que deu [ofereceu] o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra [não fique longe Dele], mas tenha a vida eterna. (João 3:16 NTLH)

Introdução:

Jesus é o “Maior Presente” que Deus nos deu, pois é através Dele que nossas vidas são transformadas, tanto no âmbito espiritual como no comportamento moral. É por meio de Jesus que aprendemos e conhecemos experimentalmente o Pai – Deus. Sem uma experiência real com Jesus, nós não conheceríamos o caráter e os planos de Deus para o Seu povo sobre a Terra.

Sem Jesus vivendo plenamente em nossas vidas, nós não conseguiríamos enfrentar a nós mesmos, ou seja, os nossos desejos e paixões. Sem Jesus, nós não conheceríamos o caminho que Deus nos preparou para a eternidade ao Seu lado. Sem Jesus, nós não saberíamos como viver alinhados com os princípios e valores Divinos. Por isso, que nós reflitamos no seguinte:

  • Jesus veio para nos ensinar a viver em harmonia com o Pai, e não para a nossa satisfação pessoal.
  • Jesus veio para nos ensinar que precisamos ser dirigidos por Deus, a fim de nos ajustarmos aos Seus planos originais.
  • Jesus veio para nos ensinar a reconhecer a soberania Divina na história.
  • Jesus veio para nos ensinar sobre como podemos desfrutar com seriedade da bondade ou Graça Divina.
  • Jesus veio para nos ensinar que Deus cumpre a Sua Palavra e, portanto, ela é a Verdade Divina.

Como eu propus no início desta meditação, nós precisamos aprender como responder à vinda de Jesus a este mundo e, principalmente, nesta época de Natal. As pessoas estão indo às compras, a fim de adquirir presentes aos seus mais achegados.

Eu falarei sobre o testemunho dos anjos aos pastores, a declaração dos pastores à Maria e a dela, a mãe de Jesus, aos Céus.

1. O testemunho dos anjos aos pastores. (Lucas 2:13,14)

& 13 No mesmo instante apareceu junto com o anjo uma multidão de outros anjos, como se fosse um exército celestial. Eles cantavam hinos de louvor a Deus, dizendo: 14 - Glória a Deus nas maiores alturas do céu! E paz na terra para as pessoas a quem ele quer bem! (Lc.2:13,14 NTLH)

Na semana passada, eu falei um pouco sobre esses dois versos das Escrituras, mas falarei um pouco mais sobre eles. Os anjos disseram aos “pastores”:

  • “Glória a Deus nas maiores alturas do céu!” Esta é uma declaração ou uma constatação da verdade sobre Deus. Ele rege tudo e a todos das maiores alturas, ou seja, Ele é Soberano e ninguém está acima Dele. Deus é o SENHOR e, portanto, tudo deve estar sob o Seu controle.
  • “E paz na terra para as pessoas a quem ele quer bem!” Jesus não veio para trazer paz à Terra (cf. Mt.10:34), mas uma discórdia, uma divisão entre os que amam a Deus e são amados por Ele e os que não O amam. A “Paz” é o Próprio Jesus e, neste caso, Ele é o “Divisor de águas”. Ele veio para mostrar que aqueles que o Pai ama, são os que vivem sob Seus termos e estes anunciados em toda a Escritura Sagrada.

Os anjos trouxeram, primeiramente, uma mensagem aos pastores, e isso é muito interessante, pois aqueles que lideram o “rebanho de Deus” devem crer na soberania Divina e ensinar o Seu povo a respeitar essa verdade. Todo cristão verdadeiro deve viver, antes de tudo, em submissão e obediência ao Criador. Ele deve respeitar a Deus como a mais Alta Autoridade em todo o Universo e sobre a Terra.

Os anjos não disseram que Jesus traria paz à Terra, ou seja, que Ele cessaria as guerras, as discórdias, as inimizades etc. Jesus veio trazendo a paz entre os homens que Nele cressem com Deus. É esse tipo de inimizade que cessaria com a Sua vinda e, portanto, o cristão autêntico, à Sua semelhança, se comprometeria com os propósitos de Deus humildemente.

Cabe aos pastores pregarem a mensagem do Evangelho dentro desses princípios, ou seja, dentro da mensagem anunciada pelos anjos acerca da vinda de Jesus. Os anjos não declararam que Jesus veio para fazer mágicas, a fim de atender a qualquer reclamo humano, mas para harmonizar ou alinhar, tanto os religiosos como os que não são a uma vida de comunhão e submissão a Deus.

Eu ouço mensagens de que o mundo vai melhorar e que nós devemos crer que Jesus trará sossego e riquezas a todos os que creem. Falam sobre as muitas vitórias particulares a cada um de nós, caso tenhamos fé. Porém, não é isso o que está registrado em toda a Bíblia e, especialmente, no Novo Testamento!

Ao aceitar a “paz de Jesus”, você será odiado pelo mundo e rejeitado por inúmeras pessoas do seu convívio pessoal. Elas o chamarão de louco, insensato, fanático e mentalmente doente. Vão dizer que você sofreu uma lavagem cerebral e que a religião quer lhe roubar a esperança em um mundo com tremendos avanços tecnológicos e científicos.

Há muito, ouço sobre os avanços da ciência e da tecnologia e eles servirão a dois propósitos:

  • A exaltação do orgulho e da mente humana.
  • Para o aparecimento do grande líder mundial – o Anticristo! Este oferecerá ao mundo propostas mirabolantes de paz mundial e riquezas sem fim, caso a população mundial creia na sua mensagem falsa.

Não pense que sou contra esses avanços, pois Deus nos deu inteligência para alcançarmos tudo isso, mas com a Sua sabedoria! Porém, ela, que nos faz enxergar a vida com os olhos Divinos, tem sido rejeitada ao longo dos séculos e, por isso, o ser humano apenas reflete exageradamente o orgulho, egoísmo e interesses pessoais sem medida.

Portanto, cuidado com essas mensagens que dizem que você alcançará tudo o que quiser através da fé. A palavra fé, no seu uso comum nas Escrituras, significa fidelidade ou obediência e, então, a mensagem dos anjos é para aqueles que se submetem a Deus e aceitam os Seus planos. Esta é a mensagem que os pastores ou líderes religiosos deveriam pregar ao povo de Deus.

Veja essa verdade no ponto seguinte.

2. O testemunho dos pastores à Maria. (Lucas 2:16,17)

& 16 Eles foram depressa, e encontraram Maria e José, e viram o menino deitado na manjedoura. 17 Então contaram o que os anjos tinham dito a respeito dele. (Lc.2:17 NTLH)

Os pastores ouviram a mensagem anunciada pelos anjos, creram nela, foram depressa procurar a Jesus e declararam a Maria o que ouviram acerca Dele.

Nós devemos ser como esses pastores! Ao recebermos a mensagem do Evangelho de Jesus, nós deveríamos entender e falar às pessoas toda a verdade sobre o Filho de Deus, como vimos no início, ou seja, sobre as razões de Jesus ter vindo a este mundo.

A mensagem verdadeira do Evangelho de Jesus fortalece a fé dos obedientes e visa despertar uma vida de comunhão aos desobedientes, ou aos que estão longe dos planos e propósitos de Deus. Portanto, a mensagem deve ser a mesma, tanto para um como para o outro.

Há quem diga que isso é muito repetitivo e que as pessoas se cansarão de tanto ouvi-la! Então, os modernistas afirmam que é necessário revestir a mensagem do Evangelho e até a Igreja com uma roupagem mais moderna, adequada aos tempos atuais. Eu não farei isso, pois está escrito:

& O céu e a terra desaparecerão, mas as minhas palavras ficarão para sempre. (Mt.24:35 NTLH)

Infelizmente, as Escrituras estão sendo alteradas e perdendo o sentido exato dos pensamentos e caminhos elevados de Deus. As pregações não falam de Jesus e do propósito da Sua vinda, mas das probabilidades de sucesso do ser humano ao acreditar em Deus. Com isso, tanto a fé dos obedientes enfraquece como a Igreja é procurada somente por aqueles que querem se vencer na vida – os que querem se livrar dos seus problemas pessoais e alcançar os seus próprios interesses.

Não é à toa que, nas igrejas atuais, as reuniões se transformaram em shows, encontros terapêuticos, filosóficos, com muito pouco de Bíblia e de Jesus! Muitos passos ou chaves para se conseguir isto ou aquilo são dados às pessoas, menos Jesus e Bíblia. Muitas igrejas se preocupam em falar somente aquilo que as pessoas querem ouvir e não o que Deus quer lhes falar.

Portanto, que a nossa mensagem seja única, tanto aos que estão próximos de Deus como aos que estão longe Dele.

3. O testemunho de Maria aos Céus. (Lucas 1:38)

& "Maria respondeu: - Eu sou uma serva de Deus; que aconteça comigo o que o senhor acabou de me dizer! E o anjo foi embora." (Lc.1:38 NTLH)

Maria deu muito mais do que uma poesia ou uma canção de louvor a Deus. Ela deu a sua vontade, sua alma, sua vida e todo o seu ser aos planos de Deus a ela, por causa de Cristo. Ela foi chamada de agraciada ou abençoada (cf. Lc.1:28), mas que considerou a si mesma como uma “serva ou escrava” do Deus Eterno.

Imaginemos o que ela enfrentou:

  • A vergonha de aparecer grávida na sociedade religiosa e conservadora.
  • Mal-entendidos e críticas por parte das pessoas e líderes religiosos.
  • A possibilidade de ser apedrejada até a morte, segundo as regras da sua religião.
  • Maria enfrentou a si mesma, obedecendo e confiando em Deus!

Portanto, aqueles a quem Deus quer bem, fielmente preservam e apresentam às pessoas o que realmente lhes foi dito direto dos Céus à Terra, ou seja, a “Sua Boa Mensagem ou Evangelho”. Eles devem ensinar às pessoas que exaltem e se submetam à soberania e senhorio do Altíssimo, pois assim fizeram os anjos.

Aqueles a quem Deus quer bem, falam aos obedientes e aos desobedientes a mensagem única do Evangelho, sem distorcê-la para benefícios pessoais. Eles crêem e falam da Pessoa e da missão de Jesus e não as suas deduções ou opiniões próprias.

Aqueles a quem Deus quer bem, respondem aos Céus com o oferecimento integral de suas próprias vidas, a fim de que se cumpra neles toda a vontade e os propósitos de Deus, independente se terão lucros ou não nesta vida. Eles não desconfiam de Deus, mas creem Nele e na Sua Palavra. Estão dispostos a tudo, até a perderem o que ganharam nesta vida, pois são possuidores de uma promessa inabalável da Vida Eterna!

& 23 Que Deus, que nos dá a paz, faça com que vocês sejam completamente dedicados a ele. E que ele conserve o espírito, a alma e o corpo de vocês livres de toda mancha, para o dia em que vier o nosso Senhor Jesus Cristo. 24 Aquele que os chama é fiel e fará isso. (1 Ts.5:23,24 NTLH)

Assim como no passado Deus chamou pessoas para alertar a vinda de Jesus, nestes dias, Ele está fazendo o mesmo. Deus está nos chamando para anunciarmos a segunda vinda de Jesus, a fim de retirar deste mundo aqueles a quem Deus quer bem, ou seja, aqueles que responderam ao “Seu Eterno Presente”, segundo a Sua vontade.

Que Deus nos abençoe!

ImprimirEmail