Estou deprimido, e o que devo fazer?

FAÇA DOWNLOAD:

mp3

Salmos 77

Todos nós passamos por tristezas e desânimos. Entretanto, em vez de confiarmos em clichês ou jargões populares, que nós tenhamos confiança no caráter de Deus, na Sua bondade e nos Seus planos para o Seu povo!

Quando olhamos para os grandes nomes e personalidades das Escrituras Sagradas, nós precisamos estar conscientes de que todos eles passaram por momentos de desânimo e de profunda tristeza. Um exemplo é o de Jó. Ele disse:

& 6 Os meus dias passam mais depressa do que a lançadeira do tecelão e vão embora sem deixar esperança. 7 "Lembra, ó Deus, que a minha vida é apenas um sopro; os meus olhos nunca mais verão a felicidade." (Jó 7:6,7 NTLH)

O sofrimento de Jó era intenso e todo seu corpo estava coberto de feridas. Além do mais, ele havia perdido todos os seus bens e toda a sua família, menos sua esposa. As palavras de Jó têm o sentido de que sua vida passava muito rapidamente e que se acabaria velozmente. Seus dias se tornaram vazios e sem nenhuma esperança. Sua vida breve era como um vazio e que nunca mais voltaria ser interiormente satisfeito ou feliz.

Porém, Jó não foi o único, pois eu poderia citar Moisés, Elias, Jonas, Jeremias e muitos outros. Todos estes passaram por momentos dramáticos de grande tristeza e incômodo emocional. A depressão é como um grande lugar, onde todos têm que passar por lá. É impossível escapar dos caminhos da depressão e tristezas.

Infelizmente, o peso ou o fardo de uma pessoa deprimida e desanimada é a declaração de cristãos, até sinceros, mas que se apegam a clichês e não à Bíblia. Eles aparecem e dizem: “Você só precisa ter mais fé!”, ou, “Você precisa expressar alegria. Cante louvores!”. Noutras vezes, eu ouço: “Não desanime, vá em frente, siga o caminho e não olhe para os lados. O que Deus vai pensar de você ao vê-lo nesse estado?

É claro que tais declarações só empurram a pessoa deprimida mais para baixo, pois esses clichês não expressam a experiência bíblica e não trazem às suas almas nenhuma alegria ou felicidade.

Infelizmente, o Cristianismo está banhado de frases de efeito, expressões positivas que não revelam um caminho sólido na direção de Deus. Em vez de clichês, que nós nos apeguemos à Palavra de Deus! Porém, não posso deixar de falar que Deus está mais perto de você, caso esteja deprimido e desanimado. Sim, Ele está mais perto do que você pensa!

& Ele [Deus] fica perto dos que estão desanimados e salva os que perderam a esperança. (Sl.34:18 NTLH)

O Salmo 77 é uma passagem extremamente eficaz àquele que procura recuperar o seu equilíbrio emocional, quando as situações da vida querem lhe derrubar.

1. Seja honesto diante de Deus, peça socorro a Ele e lute contra a incredulidade. (Sl.77:1-3,7-9)

& 1 Eu grito bem alto para Deus; grito, e ele me ouve. 2 Nas horas de aflição eu oro ao Senhor; durante a noite, levanto as mãos em oração, porém não encontro consolo. 3 Penso em Deus e começo a gemer; começo a pensar e fico desanimado. 7 Será que o Senhor vai nos rejeitar para sempre? Será que ele nunca mais vai ficar contente conosco? 8 Será que deixou de nos amar? Será que a sua promessa não tem mais valor? 9 Será que Deus esqueceu de ser bondoso? Será que a ira tomou o lugar da sua compaixão? (Sl.77:1-3,7-9 NTLH)

Asafe retrata em suas palavras o seu desespero, o seu estado emocional, sua depressão e desânimo. A expressão "nas horas de aflição" (v.2) descreve uma sensação de confinamento, o sentimento de uma pessoa que está em um túnel escuro sem poder ver no final deste uma luz.

Ao dizer que não encontra consolo (v.2), o sentido é que Asafe tentou escapar da sua situação adversa de todas as maneiras, porém sem êxito. Então, ele diz que pensa em Deus como a sua única resposta (v.3). Ele geme, fica desanimado e, a seguir, ele expõe as razões da sua agitação interior. A causa de tudo isso são os seus pensamentos (vs.7-9). Ele usa a palavra “será” (o verbo ser, no futuro), por seis vezes, como podemos ver:

  • Deus irá nos rejeitar?
  • Deus não ficará mais contente conosco?
  • Deus não mais nos amará?
  • Deus cancelará todas as Suas promessas para nós?
  • Deus não será mais bondoso para conosco?
  • Deus substituirá a Sua compaixão pela Sua ira ou desprezo?

Asafe procurou respostas para a sua aflição usando todas as suas forças e recursos próprios, mas no verso 1 é nos dito que ele “gritou bem alto para Deus”, ou seja, ele clamou ao Todo-Poderoso em prantos!

Asafe não está sendo irreverente, mas honesto e humilde. Ele pede a Deus respostas a questionamentos difíceis que residiam em sua mente. Ele foi real, verdadeiro e não teve vergonha de admitir todo o seu tumulto interior. Ele queria realmente ouvir do Senhor uma resposta e obter um caminho.

Nós aprendemos com o salmista Davi o seguinte:

& 1 Eu clamo a Deus, o SENHOR, pedindo socorro; eu suplico que me ajude. 2  Levo a ele todas as minhas queixas e lhe conto todos os meus problemas. 3  Quando estou desistindo, ele sabe o que devo fazer. (Sl.142:1-3ª)

2. Pense na grandeza de Deus e em tudo o que Ele tem feito por você. (Sl.77:4-6,10-12)

& 4 Deus não me deixa dormir. Estou tão preocupado, que não posso falar. 5 Penso nos dias que já passaram e nos anos que se foram há muito tempo. 6 Gasto as noites em pensamentos profundos, começo a meditar e a mim mesmo faço estas perguntas: (as mesmas que já vimos anteriormente) 10 Então eu disse assim: O pior de tudo é que o Deus Altíssimo não quer nos ajudar mais como antes. 11 Ó SENHOR Deus, eu lembrarei dos teus feitos maravilhosos! Recordarei as maravilhas que fizeste no passado. 12 Pensarei em tudo o que tens feito, meditarei em todos os teus atos poderosos. (Sl.77:4-6,10-12)

Asafe diz que Deus não o deixou dormir por alguma razão (v.4). O Senhor permaneceu em silêncio e permitiu que Asafe esgotasse todos os seus pensamentos (vs.5,6,10).

Dentro do seu próprio calabouço, Asafe toma uma atitude bíblica e inspirada por Deus (vs.11,12). Ele passa a refletir, a meditar e a pensar na Pessoa, no caráter e nos atos de Deus. Ele abandona todas as suas tentativas de esforço pessoal para sair do atoleiro em que sua alma está. Ele não quer clichês, mas Deus na sua mente!

Asafe passa a enumerar os feitos maravilhosos de Deus e a recordar os Seus feitos do passado. Então, ele passa a pensar nessas coisas e a meditar nelas. Essa atitude começa a alimentar a sua esperança, e os seus pensamentos negativos dão lugar à presença de Deus na sua vida.

Asafe descobre o que todos nós deveríamos descobrir: anotar o que Deus tem feito por nós não é um exercício inútil!

3. Aprenda a confiar no caráter de Deus e fuja dos clichês ou jargões. (Sl.77:13-20)

& 13 Ó Deus, tudo o que fazes é santo. Não há deus que seja tão grande como o nosso Deus. 14 Tu és o Deus que faz milagres; tu tens mostrado o teu poder entre as nações. 15 Pela tua força, salvaste o teu povo, os descendentes de Jacó e de José. 16 Ó Deus, quando as águas te viram, ficaram com medo, as águas profundas do mar tremeram. 17 As nuvens derramaram chuva, houve trovoada nas alturas, e os relâmpagos riscaram o céu em todas as direções. 18 O estrondo dos teus trovões se espalhou por toda parte; os relâmpagos iluminaram o mundo inteiro, e a terra foi sacudida e tremeu. 19 Tu andaste pelo meio do mar, abriste caminho no oceano profundo, mas ninguém viu as marcas dos teus pés. 20 Como um pastor, dirigiste o teu povo pelas mãos de Moisés e de Arão. (Sl.77:13-20 NTLH)

Quando a escuridão cai sobre nós, tendemos a nos esconder. Ficamos desanimados, tristes e deprimidos. O perigo dessa atitude é nos abraçarmos com a incredulidade e passarmos a duvidar da providência Divina. Nesses momentos, nós enchemos nossas mentes com pensamentos fúteis e, em vez da Palavra de Deus, buscamos algum caminho mágico que nos livre dos nossos transtornos emocionais.

Muitos deixam de servir a Deus com a congregação, permanecem dentro de suas casas e fogem do confronto com a Verdade Divina. Sentem vergonha da sua fragilidade emocional? Não querem expor suas dúvidas pessoas dedicadas ao Eterno e serem ajudadas com a Palavra de Deus? Eles acreditam que sozinhos irão melhorar e que tudo voltará ao normal; e então, se apresentarão como se tivessem tirado algumas férias da sua família espiritual. Asafe está sozinho e Deus não lhe falou nada! Aquele que quer ficar sozinho, dificilmente, ouvirá a Palavra de Deus.

Sem meditar na Palavra de Deus, a mente de Asafe chegaria à loucura, mas a sua honestidade faz com que ele forçasse a si mesmo a refletir e meditar na santidade e grandeza de Deus (v.13) Então, ele descreve para si mesmo a grandeza de Deus e reaprende que para o Senhor não existe dificuldade alguma para alterar a ordem natural de todas as coisas (vs.14-19).

Asafe reaviva a sua crença em Deus e sabe que Ele está andando com Ele “com pegadas invisíveis” (cf. v.19). Uma vez que ele entendeu que Deus é capaz de tudo, Asafe se rende ao pastoreio do Deus de Moisés e Arão, os quais foram instrumentos do Deus Eterno para liderar o Seu povo em meio ao deserto e perseguição egípcia.

Então, Asafe crê que:

  • Deus não rejeita o Seu povo!
  • Deus quer se alegrar com o Seu povo!
  • Deus sempre amará o Seu povo!
  • Deus mantém Suas promessas para o Seu povo!
  • Deus sempre será bondoso para com o Seu povo!
  • Deus que mostrar compaixão ao invés de ira para com o Seu povo!

Asafe começou com um problema enorme de alma e mente, mas com uma crença diminuta em Deus. Ele acreditava em Deus, mas seus transtornos emocionais eram maiores do que Ele. O seu pedido de socorro a Deus e o silêncio Divino o obrigaram a refletir e a meditar na fidelidade do Senhor pelo Seu povo.

Asafe, em vez de permanecer em um abismo sem fundo, adorou a Deus, e a sua esperança voltou. A sua crença foi revitalizada e agora ele estava pronto para viver pela fé, pois Deus é maior do que todos os seus infortúnios. O texto não diz que Deus resolveu as suas questões, mas como Davi disse, – e isso serve para todos nós –, “Quando estou desistindo, Ele [Deus] sabe o que devo fazer.

Se você deixa de ouvir a Palavra de Deus, então, como saberá o que deve fazer? Não transforme suas tristezas em algo maior do que Deus, mas procure fazer a Sua vontade. Aceite o Seu pastoreio e não somente você, mas muitas pessoas serão abençoadas por meio da sua vida de meditação e obediência.

Eu gostaria que você abrisse sua Bíblia em Mateus 26:36-40 e veja como Jesus agiu em Seu momento de grande angústia:

& 36 Jesus foi com os discípulos para um lugar chamado Getsêmani e lhes disse: - Sentem-se aqui, enquanto eu vou ali orar. 37 Então Jesus foi, levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu. Aí ele começou a sentir uma grande tristeza e aflição 38 e disse a eles: - A tristeza que estou sentindo é tão grande, que é capaz de me matar. Fiquem aqui vigiando comigo. 39 Ele foi um pouco mais adiante, ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e orou: - Meu Pai, se é possível, afasta de mim este cálice de sofrimento! Porém que não seja feito o que eu quero, mas o que tu queres. 40 Depois voltou e encontrou os três discípulos dormindo. Então disse a Pedro: - Será que vocês não podem vigiar comigo nem uma hora? 41 "Vigiem e orem para que não sejam tentados. É fácil querer resistir à tentação; o difícil mesmo é conseguir." (Mt.26:36-40 NTLH)

A aflição era tremenda, mas Jesus decidiu pela vontade de Deus. No final desse texto, Ele disse aos discípulos para que vigiassem e orassem, a fim de que não entrassem em tentação. Portanto, não vencemos as nossas fragilidades só por meio da oração, mas é necessário vigiar, sermos atentos a tudo que está ao redor.

Entretanto, essa vigilância exige aprendizado ou conhecimento, tanto de Deus, do Inferno e da nossa condição humana. Para conseguir isso é necessário que estejamos sempre dispostos a ouvir e aprender Palavra de Deus, a fim de que não tiremos os olhos de Jesus e não O façamos menor do que nossos pesadelos.

O caminho da vontade de Deus não é fácil e também não nos isenta de dores, porém, nos conduzirá sempre ao prazer de Deus e Ele, por Sua vez, nos transformará em instrumentos da Sua graça para muitos que estão desistindo e se afundando na tristeza.

Que Deus nos abençoe!

ImprimirEmail