O Evangelho de Deus e o reino de Satanás e seus demônios - Parte 2

FAÇA DOWNLOAD:

mp3

Lucas 10:17-20

Texto Bíblico:

& 17 Os setenta e dois voltaram muito alegres e disseram a Jesus: - Até os demônios nos obedeciam quando, pelo poder do nome do senhor, nós mandávamos que saíssem das pessoas! 18 Jesus respondeu: - De fato, eu vi Satanás cair do céu como um raio. 19 Escutem! Eu dei a vocês poder para pisar cobras e escorpiões e para, sem sofrer nenhum mal, vencer a força do inimigo. 20 Porém não fiquem alegres porque os espíritos maus lhes obedecem, mas sim porque o nome de cada um de vocês está escrito no céu.  (Lc.10:17-20 NTLH)

O Evangelho de Deus,

  • Fala da vinda de Jesus à Terra como o único Filho de Deus – Ele é o Próprio Deus encarnado.
  • É a Pessoa de Jesus Cristo.
  • Alinha o homem com os princípios de Deus (arrependimento).
  • Mostra ao homem como viver em fidelidade (fé) e obediência a Deus.
  • Revela a soberania Divina por meio de Jesus Cristo.
  • Revela os princípios do Reino, para que o homem saiba como negar a si mesmo.
  • Não esconde do homem que ele pode causar sofrimentos e também vitórias nesta vida.
  • Propõe ao homem a seguir Jesus sem demora.
  • Exerce autoridade sobre o reino de Satanás e seus demônios.
  • Dá aos discípulos de Jesus o direito de exercer poder sobre os demônios.

O nosso pequeno texto se baseia na volta de setenta e dois discípulos, após concluírem a missão de pregarem o Evangelho. Eles foram treinados por Jesus e retornaram para trazer ao Mestre o relatório de tudo o que havia acontecido. No entanto, eles relatam o que mais os impressionou e “os alegrou intensamente”, que foi a capacidade espiritual de expulsarem demônios de pessoas possuídas por eles.

A atitude dos discípulos de Jesus. (v.17)

& 17 Os setenta e dois voltaram muito alegres e disseram a Jesus: - Até os demônios nos obedeciam quando, pelo poder do nome do senhor, nós mandávamos que saíssem das pessoas! (NTLH)

Os discípulos ficaram boquiabertos ou estupefatos, ao descobrirem que ao usarem o nome de Jesus, eles podiam libertar pessoas dominadas por demônios (esse era o maior motivo da alegria de todos).

Não se esqueçam de que os discípulos viram Jesus expulsando demônios e como as pessoas se impressionaram com a autoridade do Mestre sobre esses espíritos maus. Nós lemos e aprendemos que os religiosos chegaram a questionar se aquilo se tratava de um novo ensinamento. Então, imaginemos os comentários que os discípulos ouviram das pessoas, quando expulsaram demônios, seguindo o exemplo de Seu Mestre!

Expulsar demônios, ao contrário do que muitos pensam, não é um dom espiritual, mas um direito dado àqueles que creem em Jesus e no poder ou autoridade do Seu nome.

Entretanto, muitas pessoas que expulsam demônios e realizam milagres pelo nome de Jesus, vivem pelos princípios mundanos e satânicos, recebendo para si mesmos a glória e a exaltação que só pertencem a Jesus, o nosso Senhor Eterno. Isso é muito triste!

Satanás e seus demônios são seres derrotados, não por nós, mas por Jesus! Nós não temos autoridade absoluta sobre esses seres malignos, mas precisamos confiar Naquele que preservou a saúde dos Céus e que nos protegerá do poder e das mentiras desses seres tão poderosos.

Jesus dá uma revelação aos Seus discípulos acerca de Satanás. (v.18)

& 18 Jesus respondeu: - De fato, eu vi Satanás cair do céu como um raio. (NTLH)

Isso é difícil de entender, porém pode significar duas coisas:

  • O reino de Satanás está sitiado e o Reino de Deus está a caminho. "Pode significar que Jesus sabia que Satanás e todos os seus poderes receberam um golpe mortal, mesmo que a conquista final sobre eles ainda não tivesse chegado, a qual é detalhada no livro do Apocalipse. (veja Ap.12:8,9)
  • Também pode ser uma advertência contra o orgulho. Foi o orgulho que fez com que Satanás se rebelasse contra Deus e, consequentemente, fosse expulso do Céu quando ainda era o líder dos anjos na adoração ao Todo-Poderoso. (cf. Is.14:12-15)

A revelação de Jesus prepara os Seus discípulos para receberem um ensinamento muito importante, tanto para a vida espiritual como moral. Em vez de mascarar a situação e acomodá-los sobre uma falsa alegria, Jesus adverte a todos, mostrando-lhes sobre onde deveriam firmemente focar a atenção, ou seja, na eternidade.

O ensinamento de Jesus aos Seus discípulos. (vs.19,20)

& 19 Escutem! Eu dei a vocês poder para pisar cobras e escorpiões e para, sem sofrer nenhum mal, vencer a força do inimigo. 20 Porém não fiquem alegres porque os espíritos maus lhes obedecem, mas sim porque o nome de cada um de vocês está escrito no céu.

Em primeiro lugar, Jesus chama-lhes a atenção para o fato de que “Ele está dando” autoridade sobre os espíritos maus. Isso não significa que eles receberam essa capacitação de uma vez por todas. Eles sempre a teriam se estivessem dentro da direção e da vontade Divina.

Jesus usa os termos “cobras e escorpiões”, que na cultura antiga eram associados a demônios ou espíritos maus. Então, Jesus lhes diz que essa constante doação, ou seja, essa autoridade sobre esses seres malignos faria com que eles, “em obediência a Deus”, penetrassem no terreno mundano e satânico, sem sofrerem danos espirituais e morais, ou seja, sem pecarem contra Deus. Dessa forma, eles poderiam vencer a autoridade satânica que mantém inúmeras pessoas afastadas de Deus.

Então, Jesus, por meio de uma advertência, lhes propõe a não ficarem alegres com essa capacitação espiritual, mas que ficassem alegres por terem seus nomes escritos no Céu. Mais uma vez, Jesus faz uso da cultura da Sua época, onde nos registros públicos das cidades antigas, quando alguém falecia ou cometia algum crime grave, tinha seu nome apagado dos registros para não ser mais considerado cidadão dessa cidade. (veja Ap.3:5; Sl.69:28)

Na verdade, Jesus os adverte a superarem o perigo do orgulho espiritual e do sensacionalismo ministerial, coisas estas extremamente comuns na vida de muitos ministros, infelizmente! Todos nós deveríamos ter em mente que o orgulho bloqueia o caminho para o Céu, mas que a humildade é o passaporte à presença de Deus.

Que nós nunca nos esqueçamos disso, pois não é Satanás nem seus demônios que nos impedem de termos comunhão com Deus e de desfrutarmos dos Seus recursos em Cristo, mas são o orgulho e egoísmo as causas do nosso fracasso espiritual e moral.

Portanto,

1. Creia que “as forças do Inferno” são contra Aquele que vive na sua vida.

& Jesus continuou: - Se o mundo odeia vocês, lembrem que ele me odiou primeiro. (Jo.15:18 NTLH)

2. Não menospreze o poder de Satanás, mas se alegre e confie na autoridade de Jesus sobre ele.

3. Não viva a paranoia de “amarrar” demônios, mas preocupe-se em manifestar a vida de Jesus e os princípios do Seu Evangelho.

4. Mantenha sempre o seu foco na eternidade, pois essa atitude demonstra o seu amor por Deus.

5. Cultive uma vida de dependência e obediência a Deus, e os Seus recursos o deixarão satisfeito.

Durante esta vida, nós sempre travaremos uma batalha espiritual: primeiro com o nosso orgulho e egoísmo; depois, contra as forças espirituais do mal. Portanto, que nós nos esforcemos para pormos em prática as verdades e princípios da Palavra de Deus, a fim de perseverarmos no caminho para a vida eterna.

Que Deus nos abençoe!

ImprimirEmail