Seja fiel a Deus e ouça a consciência

FAÇA DOWNLOAD:

mp3

1 Timóteo 1:18-19

Texto Bíblico:

& 18 Timóteo, meu filho, eu entrego essa ordem a você. Ela está de acordo com as palavras da profecia, ditas há muito tempo a respeito de você. Que essas palavras sejam as suas armas para que você possa combater bem! 19 Conserve a sua fé e mantenha a sua consciência limpa. Algumas pessoas não têm escutado a sua própria consciência, e isso tem causado a destruição da sua fé. (1 Tm.1:18,19 NTLH)

Hoje eu gostaria de tratar sobre um assunto que pouco é comentado em nossas igrejas, ou seja, a consciência.

Consciência é o termo que significa conhecimento, percepção, honestidade. Também pode revelar a noção dos estímulos à volta de um indivíduo que confirmam a sua existência. Por esse motivo, se costuma dizer que quem está desmaiado ou em coma está inconsciente.

A consciência também está relacionada com o sentido de moralidade e de dever, pois é a noção das próprias ações ou sentimentos internos no momento em que essas ações são executadas. A consciência pode ser relativa a uma experiência, a problemas, experiências, ou a situações. Por exemplo: “Ele estava completamente de cabeça virada, mas não tinha consciência disso”.

Muitas pessoas estão tomando um caminho que não lhes parece mal, mas que resultarão em um verdadeiro caos. A Bíblia nos adverte:

& Há caminhos que parecem certos, mas podem acabar levando para a morte. (Pv.14:12 NTLH)

Todos nós queremos ter uma vida bem-sucedida neste mundo, em paz com Deus e com segurança interior. No entanto, sem o auxílio da Palavra de Deus, não ouviremos corretamente a nossa boa consciência e praticaremos maldades e injustiças! Além do mais, pensamos que passamos impunes aos olhos de Deus!

O livro de Provérbios nos diz o seguinte:

& 21 Deus sabe por onde você anda e vê tudo o que você faz. 22 "As injustiças que um homem mau comete são uma armadilha; ele é apanhado na rede do seu próprio pecado." 23 Morre porque não se controla: a sua grande loucura o levará à cova. (Pv.5:21-23 NTLH)

No texto bíblico que lemos inicialmente, nós vemos Timóteo, o discípulo de Paulo, recebendo orientações para que o seu serviço em Cristo obtivesse sucesso na igreja local, para a qual ele fora designado, ou seja, em Éfeso.

O apóstolo Paulo pede duas coisas a Timóteo:

  • Conserve a sua fé (fidelidade ou lealdade).
  • Mantenha a sua consciência limpa.

O sentido é que Timóteo deveria manter-se fiel às palavras que havia recebido de homens de Deus, a fim de se tornar um verdadeiro ajudante do apóstolo Paulo e cooperador fiel do Evangelho de Cristo. A palavra fé significa fidelidade ou lealdade. Timóteo só poderia manter sua consciência limpa perseverando na Palavra de Deus.

Então, esse conselho foi dado para que alguém fosse bem-sucedido nas suas atividades e, tanto a fé como a consciência limpa, eram fatores importantes para se alcançar o sucesso na vida.

Nós podemos confiar na nossa consciência para tomarmos boas decisões? Nós podemos confiar nela diante de situações difíceis? Com frequência, ouvimos pessoas dizendo que nós deveríamos permitir que a nossa consciência dirigisse nossas vidas, porém, essa não é a melhor opção. Por quê? Porque depende da condição em que ela está.

1. Deus deu a cada um de nós a consciência, tanto para nos proteger como para nos guiar.

Muitas pessoas confundem a voz da consciência com a do Espírito Santo. No entanto, o Espírito de Deus habita somente naqueles que vivem em comunhão com o Pai. Sem dúvida, o Espírito de Deus também trabalha por meio da nossa consciência, a fim de nos lembrar que algumas de nossas ações são contrárias ao Evangelho de Cristo.

Então, quanto mais comprometidos estamos com Jesus e a Palavra de Deus, mais audível será a nossa consciência. O conselho de Paulo ao seu discípulo Timóteo nos ensina o seguinte: caso nos afastemos da Palavra de Deus, nós não teremos uma consciência limpa e ficaremos desprotegidos e, portanto, seguiremos o caminho da desobediência e inutilidade na nossa missão cristã dentro da sociedade.

2. A consciência é um presente que Deus oferece.

  • A consciência distingue entre o que é moralmente bom ou mal.
  • A consciência nos leva a fazer o que é correto.
  • A consciência serve como um freio, para que não sigamos o que é incorreto.
  • A consciência julga nossas ações e executa esse juízo em nossas almas.

A voz da consciência não nos torna seres espirituais, mas pessoas moralmente corretas. Portanto, a consciência não nos leva a uma vida de comunhão com Deus, mas ao respeito social, ou seja, aos nossos direitos e deveres perante a sociedade.

A consciência tem o seu valor espiritual, quando é alimentada pela vida de lealdade à Palavra de Deus. Vamos supor que no passado, alguém que está aqui foi um ladrão. Então, essa pessoa roubou outras pessoas. Porém, ela ouviu o chamado de Deus e entregou a sua vida a Jesus. Ela passou a aprender e a meditar na Palavra de Deus e toda vez que se depara com um texto que fala sobre roubos, a sua consciência fala da pessoa que ela foi e que agora é.

As Escrituras Sagradas nos dizem que Deus jamais se lembrará de nossos pecados (cf. Hb.10:17; Jr.31:31-34), uma vez que eles foram perdoados por meio de Jesus Cristo. No entanto, os nossos atos passados estão gravados dentro de nós e, por isso, precisamos estar constantemente meditando na Palavra de Deus. Nela, descobrimos quem somos em Cristo e a nossa consciência nos diz quem nós fomos antes Dele.

Quando deixamos de ler a Bíblia, nós deixamos de ouvir tanto o Espírito Santo como a consciência, e assim, ignoraremos as suas advertências. Dessa maneira, a consciência perde a sua utilidade, pois ela pode ser amortecida e não discerne os nossos caminhos corretamente, ou seja, tanto os nossos pensamentos como as nossas ações.

3. De que maneira a consciência funciona?

  • Ela julga a alma em três aspectos: atitude, conduta e comportamento.
  • Ela é semelhante a um alarme que nos alerta acerca de algum perigo.
  • Ela pode indicar que o nosso procedimento não é moralmente bom.

Quando ignoramos os conselhos da Palavra de Deus, do Espírito Santo e da consciência, nós nos direcionamos a caminhos equivocados. Isso seria como não respeitar o sinal vermelho de um cruzamento, ou seja, conduziríamos nossas vidas para um desastre!

Deus sempre nos pede para que sejamos dedicados a Ele e que tenhamos uma vida correta. Porém, isso se torna impossível quando não mantemos uma vida de comunhão com o Espírito Santo e deixamos de ouvir a voz da nossa consciência, ao sermos confrontados com as Sagradas Escrituras.

4. A consciência poder ser:

  • Fraca:&Conserve a sua fé e mantenha a sua consciência limpa. Algumas pessoas não têm escutado a sua própria consciência, e isso tem causado a destruição da sua fé. (1 Tm.1:19 NTLH)
  • Suja ou corrompida:&15 "Tudo é puro para os que são puros; mas nada é puro para os impuros e descrentes, pois a mente e a consciência deles estão sujas." 16 Eles dizem que conhecem a Deus, mas o que eles fazem mostra que isso não é verdade. Estão cheios de ódio, são rebeldes e não são capazes de fazer nenhuma coisa boa. (Tt. 1:15,16 NTLH)
  • Amortecida:&1 O Espírito de Deus diz claramente que, nos últimos tempos, alguns abandonarão a fé. Eles darão atenção a espíritos enganadores e a ensinamentos que vêm de demônios. 2 Esses ensinamentos são espalhados por pessoas hipócritas e mentirosas, pessoas cuja consciência está morta como se tivesse sido queimada com ferro em brasa. (1 Tm.4:1,2 NTLH)

5. Quando nós podemos confiar na nossa própria consciência?

  • Quando a Palavra de Deus é a base firme da nossa conduta.
  • Quando nós procuramos nos alimentar com os ensinamentos bíblicos.
  • Quando temos um desejo sincero de obedecer a Deus.
  • Quando nossas decisões são submetidas a Deus, em oração.
  • Quando um alarme interior entra em ação, em relação a um pensamento ou ação indevida.
  • Quando sentimos um sentimento interior de culpa.

Reflita:

  1. A consciência se alimenta do que aprendemos. Quão rápido você responde às advertências da sua consciência? Como você tem moldado a sua percepção do que é bom ou mal?
  2. Pense em uma consciência que tem sido moldada pela Palavra de Deus: como ela é diferente de quem não lê e nem medita nas Sagradas Escrituras
  3. Que passos você deve dar para desenvolver uma consciência fiel, confiável e protetora?

ImprimirEmail