Tudo está sob o controle de Deus!

FAÇA DOWNLOAD:

mp3

2 Samuel 9:1-11

Texto Bíblico:

&  1 Certo dia Davi perguntou: - Será que alguma pessoa da família de Saul ainda está viva? Se está, eu quero fazer alguma coisa boa para essa pessoa, por causa de Jônatas. 2 Havia um escravo chamado Ziba, da família de Saul. Alguém lhe disse que fosse falar com o rei Davi. - Você é Ziba? - perguntou o rei. - Sim, sou eu mesmo, às suas ordens! - respondeu ele. 3 E o rei lhe perguntou: - Ainda existe alguém da família de Saul para quem eu possa fazer alguma coisa boa, como prometi a Deus? Ziba respondeu: - Sim. Existe um filho de Jônatas. Ele é aleijado dos dois pés. 4 - Onde está ele? - perguntou o rei. - Na casa de Maquir, filho de Amiel, na cidade de Lo-Debar! - respondeu Ziba. 5 Então o rei Davi mandou buscá-lo.

 6 Quando Mefibosete, filho de Jônatas e neto de Saul, chegou, ele ajoelhou-se e encostou o rosto no chão diante de Davi em sinal de respeito. Davi disse: - Mefibosete! - Às suas ordens, senhor! - respondeu ele. 7 - Não fique com medo! —disse Davi. - Eu serei bondoso com você por causa de Jônatas, o seu pai. Eu lhe darei de volta todas as terras que pertenciam ao seu avô Saul, e você será sempre bem-vindo à minha mesa. 8 Mefibosete se curvou novamente e respondeu: - Eu não valho mais do que um cachorro morto! Por que o senhor é tão bondoso comigo?

 9 Então o rei chamou Ziba, o escravo de Saul, e disse: - Eu estou devolvendo a Mefibosete, o neto do seu patrão, tudo o que pertencia a Saul e à sua família. 10 Você, os seus filhos e os seus empregados cultivarão a terra para a família do seu patrão Saul e farão a colheita para que eles tenham comida. Mas Mefibosete comerá sempre à minha mesa. Ziba tinha quinze filhos e vinte empregados. 11 Ele respondeu: - Farei tudo o que o senhor mandar. Daí em diante Mefibosete passou a comer junto com o rei, como se fosse filho dele. (2 Sm.9:1-11 NTLH)

A história que veremos é a de alguém que viveu sob traumas terríveis e o seu nome era Mefibosete. Antes de tudo, seria bom que entendêssemos o sentido da palavra “trauma”:

  • O vocábulo “trauma” tem sua origem na palavra grega, que significa “ferida”.
  • No contexto psicológico, o trauma é um tipo de “dano emocional” que ocorre como resultado de um algum acontecimento. Pressupõe uma experiência de dor e sofrimento, tanto emocional como físico.

A história que originou a tragédia de Mefibosete

A história do que aconteceu a Mefibosete está narrada em 2 Samuel 4:1-4.

&  1 Quando Isbosete, filho de Saul, soube que Abner havia sido assassinado na cidade de Hebrom, perdeu a coragem, e todo o povo de Israel ficou com medo. 2 Havia dois oficiais de Isbosete que comandavam os ataques rápidos ao território inimigo. Eles se chamavam Baaná e Recabe e eram filhos de Rimom, da cidade de Beerote, da tribo de Benjamim. (A cidade de Beerote é considerada como parte do território de Benjamim. 3 Os antigos moradores de Beerote haviam fugido para a cidade de Gitaim e eles vivem ali como estrangeiros até hoje.) 4 Quando Saul e Jônatas foram mortos em Jezreel, Mefibosete, filho de Jônatas, tinha cinco anos de idade. Ao chegar a notícia da morte de Saul e de Jônatas, a mulher que cuidava de Mefibosete o pegou e fugiu. Mas estava com tanta pressa, que o deixou cair, e ele ficou manco. (2 Sm.4:1-4 NTLH)

Mefibosete era filho de Jônatas, o qual era filho do rei Saul; portanto, ele era um príncipe, um homem com uma descendência real. A história da sua vida muda a partir dali e também todo o seu projeto de vida. Os seus sonhos foram por “água a baixo”, por causa da sua queda acidental.

A vida de Mefibosete foi marcada por grandes decepções, perdas irreparáveis, frustrações, angústias e traumas fortíssimos. Seus traumas tiveram início no período da sua infância e grande parte da sua vida foi afetada por eles. Para termos uma ideia do seu sofrimento, vejamos os traumas que Mefibosete carregava consigo.

1. Mefibosete estava fisicamente arruinado!

Este trauma impedia que Mefibosete se tornasse um guerreiro, ou seja, um homem valente. Geralmente, os príncipes de Israel tinham que aprender a guerrear, a empunhar suas espadas, a fim de defender o rei. Imagine a sua frustração! Ser um guerreiro em Israel era uma posição de muita honra.

2. Mefibosete perdeu toda sua família e estava sem ninguém!

Mefibosete recebe a notícia de que toda a sua família estava morta e naquele momento ele estava sem ninguém! Imagine o seu trauma emocional!

Esse trauma emocional o levou a olhar para si mesmo e a dizer que ele não passava de um cachorro morto! (2 Sm.9:8) Essa expressão, na cultura judaica, significava uma pessoa imprestável, miserável, suja e que só carrega e traz maldições. (cf. 2 Sm 16:9)

4. Mefibosete era um “Zé Ninguém”, socialmente falando.

Em conseqüência dos seus traumas, Mefibosete foi conduzido a morar num lugar chamado de “Lo-Debar” (lugar do esquecimento e sem pastos).

Lo-Debar era uma cidade destinada a pessoas doentes, miseráveis, cegas, leprosas e, portanto, um lugar destinado aos que eram chamados de “imprestáveis”. Foi nesse lugar, “lugar do esquecimento e sem pastos”, que Mefibosete viveu por quase vinte anos.

Ele era um homem que havia nascido para viver na corte, mas só havia tragédias na sua vida, e, o melhor, era não mais viver mais! Ser abandonado e esquecido é um dos piores sentimentos sociais que alguém pode sentir. Mas a história de Mefibosete relata que o Senhor Eterno não se esqueceu dele.

Ele não tinha noção do trabalho de Deus, e sequer imaginava que tudo o que estava passando pertencia a um plano muito maior, ou seja, Divino!

5. Mefibosete se encontrava espiritualmente arruinado.

Há de se supor que quando uma pessoa que passa por tão grandes perdas, passa a pensar que Deus a abandonou e que é uma pessoa amaldiçoada.

Mefibosete vivia espiritualmente oprimido e sem fé. Grandes homens de Deus tiveram que enfrentar as crises que se instalaram em suas vidas. Um exemplo deles foi Davi, o grande rei de Israel, sucessor do avô de Mefibosete, ou seja, o rei Saul. Davi disse:

& 6 Estou muito abatido e encurvado e choro o dia todo. 7 Estou muito doente, queimando de febre. 8 "Sinto-me profundamente abatido e desanimado; o meu coração está aflito, e eu fico gemendo de dor.” (Sl.38:6-8 NTLH)

O fato de Davi ter enfrentado e vencido a si mesmo quando passou por situações de grande fragilidade física, emocional e até espiritual, o qualificava não só a entender o poder de Deus na sua vida como sabia que o Eterno poderia levantar qualquer pessoa que se dispusesse a crer Nele de verdade.

& 1 Esperei com paciência pela ajuda de Deus, o SENHOR. Ele me escutou e ouviu o meu pedido de socorro. 2 Tirou-me de uma cova perigosa, de um poço de lama. Ele me pôs seguro em cima de uma rocha e firmou os meus passos. 3 Ele me ensinou a cantar uma nova canção, um hino de louvor ao nosso Deus. Quando virem isso, muitos temerão o SENHOR e nele porão a sua confiança. 4 Feliz aquele que confia em Deus, o SENHOR, que não vai atrás dos ídolos, nem se junta com os que adoram falsos deuses! 5 Ó SENHOR, nosso Deus, tu tens feito grandes coisas por nós. Não há ninguém igual a ti. Tu tens feito muitos planos maravilhosos para o nosso bem. Ainda que eu quisesse, não poderia falar de todos eles, pois são tantos, que não podem ser contados. (Sl.40:1-5 NTLH)

O mesmo Davi que já havia passado por tantas frustrações e que certamente iria passar por tantas outras, olha fixamente para um homem que está caído chão, cheio de amargura e, em vez de vê-lo como um moribundo, ainda o vê como um príncipe! Foi dessa maneira que Davi olhou para Mefibosete.

Não era assim que Jesus fitava as pessoas no Seu tempo aqui na Terra? Ele olhava para as pessoas e dizia “a tua fé te salvou!”. Você pode ver a si mesmo como um derrotado, ou seja, “como um cachorro morto”, mas não é assim que Deus o vê! Deus o vê como alguém com muito valor. O próprio Davi já havia estado em vários lugares como “Lo-Debar”, “lugar de esquecimento”. Deus nunca o abandonou e cumpriu os Seus propósitos na sua vida, fazendo com que ele se tornasse o rei de Israel.

A restauração de Mefibosete (vs.1-5)

A restauração começa quando ele é conduzido à presença do rei Davi, em Jerusalém, a cidade da paz. Mefibosete foi trazido à presença do rei do modo como estava. Ele não se preparou e nem foi preparado para se encontrar com o rei Davi.

Eu não consigo imaginar a situação você se encontra hoje em dia, porém, o Espírito Santo quer conduzi-lo à presença do grande rei Jesus. Muitos dizem que precisam se preparar melhor, a fim de se encontrarem com Ele. No entanto, todos nós, quando fomos conduzidos a Cristo, chegamos até Ele completamente despreparados e muitos de nós arruinados!

A história de Mefibosete pode se assemelhar à vida de muitos que estão participando desta meditação. Muitos, erroneamente, se sentem abandonados por Deus, devido aos traumas e aos sofrimentos que estão enfrentando. Alguns chegam até mesmo a pensar, que suas vidas estão debaixo de grandes maldições ou desgraças.

Entretanto, a história da sua vida pode começar a mudar a partir de hoje. Eu não estou dizendo que você se tornará uma pessoa rica e poderosa, mas Deus pode lhe devolver a dignidade.

Mefibosete reconheceu a autoridade do rei Davi. (v.6)

Mefibosete se apresenta diante do Rei com espírito humilde. Ele não determina o que o rei deve fazer pela sua vida e nem procura lembrá-lo sobre quem ele era. Mefibosete simplesmente reconhece a autoridade absoluta do Rei, prostrando-se diante dele. Ele entrega a sua vida aos cuidados do rei.

Nós estamos diante do grande Rei Jesus e não devemos determinar a Ele o que precisa ser feito em nossas vidas, mas que reconheçamos a Sua autoridade eterna! A nossa atitude diante do Grande Senhor deve ser a de prostração, ou seja, a nossa entrega pessoal aos Seus cuidados, e que a Sua vontade se cumpra em nossas vidas.

Mefibosete ouve as palavras e propostas do rei. (v.7)

Quantas coisas não aconteceriam a partir daquele momento? Mefibosete teria que ser reeducado, ou seja, preparado para ser um novo homem e desfrutar da bondade e generosidade do Rei Davi.

Todo aquele que é conduzido por Deus a Jesus deve lançar fora o medo e se dispor a ser preparado para viver sob a direção Divina. O apóstolo Paulo nos ensina que aquele que está em Cristo é uma nova criatura; as coisas antigas ficaram para trás, e agora, tudo tem que ser novo!

No entanto, como nós podemos lidar com o que é novo sem aprendizado? Nós devemos ter grande prazer ao sermos chamados para estarmos na presença do Rei Jesus, a fim de aprendermos sobre os Seus princípios, valores e saboreá-los em nossas almas. Saibamos que não existe vida cristã sem aprendizado profundo, como também não existe uma vida com Cristo sem estarmos constantemente na Sua presença.

Sempre que Jesus nos chama para estarmos com Ele à Sua mesa, que nós respondamos a esse chamado com muito prazer! Nós estamos reunidos neste lugar porque somos chamados por Ele e devemos ter prazer de estarmos aqui. Este é um dia especial, pois somos chamados pelo Senhor, a fim de sermos corrigidos, orientados, educados na Sua Palavra e, ao mesmo tempo, recebermos Dele restauração e a fé que nos enche de esperança.

Mefibosete reconheceu não ser merecedor da bondade do rei Davi. (vs.8-11)

Mefibosete não era merecedor de tanta Bondade e generosidade e se classificou como sendo uma pessoa que merecia uma vida amaldiçoada. Então, ele questiona o rei: "Por que o senhor é tão bondoso comigo?" Ele não sabia que Davi, antes de ser o rei de Israel, havia feito um pacto com Jônatas, o pai de Mefibosete. (cf. 1 Sm.18:3; 1 Sm.20:15; 1 Sm.20:42; 1 Sm.23:18) Davi havia prometido a Jônatas que cuidaria da sua família, caso ele morresse.

Davi não se esqueceu da promessa feita a Jônatas, assim como Jesus não se esquece das promessas feitas àqueles que um dia Deus escolheu. Você não está aqui por acaso, mas por que Deus o escolheu ainda na eternidade.

Portanto, não julgue a si mesmo como sendo pior ou melhor que outras pessoas, porém, considere-se incapaz de lidar com as coisas que Deus quer realizar na sua vida, por meio das suas próprias forças e filosofia pessoal. Deus sempre nos orientará, em Cristo, sobre como devemos proceder em nossa nova vida com Ele.

Entenda que há um motivo muito forte da parte de Deus ao chamar você para estar perto Dele. Dentro desse motivo não está apenas o ato de Ele lhe oferecer bênçãos materiais, mas uma transformação radical de vida. Saiba que dentro dessa nova vida em Cristo você receberá responsabilidades, pois a partir do momento que passa a viver sob o Seu Governo, você será tratado como Seu filho e estará sujeito às Suas disciplinas.

Nada nesta vida funciona sem disciplina. Se você quer se desenvolver em qualquer área terá que disciplinar sua vida, não é mesmo? Portanto, se você quer andar com Deus e ser abençoado por Ele, mesmo sem ser merecedor de tanta bondade, seja disciplinado e prudente. Além do mais, tenha prazer em estar na Sua presença.

A minha esperança, depois desta meditação, é que você creia que Deus o chamou por motivos muito especiais em Cristo Jesus. Que apesar de ter passado por muitos traumas, você reconheça que esse período sombrio não serviu para a sua destruição, mas para a sua proteção.

Saiba que, se estiver numa situação que se parece com a "do lugar do esquecimento" (Lo-Debar), Deus está no controle de todas as coisas, e em momento oportuno Ele estará realizando algo sobrenatural na sua vida.

ImprimirEmail