MENSAGENS DA SEMANA

 Domingo:    mp3    
 Terca - Feira :    mp3    

CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO E FAÇA DOWNLOAD.


ARQUIVOS DE MENSAGENS

Domingo
Terça - Feira 

ÚLTIMOS VÍDEOS

  • FAÇA DOWNLOAD:  Marcos 1:14,15 Texto Bíblico: &  14 Depois que João foi preso, Jesus seguiu para a região da Galiléia e ali anunciava a boa notícia que vem de Deus. 15 Ele dizia: - Chegou a hora, e o Reino de Deus está perto. Arrependam-se dos seus pecados e creiam no evangelho.  (Mc.1:14,15 NTLH) Nós temos meditado nestas últimas semanas acerca do Reino de Deus. Jesus disse aos discípulos que o Reino estava perto, e aprendemos que Ele mesmo é o Reino, pois Nele estava e está toda a autoridade Divina. Enquanto meditamos sobre esse assunto, sabemos que estamos próximos do Reino, ou seja, de Jesus. Entretanto, quantos aqui realmente estão nele? Para que nós entremos no Reino de Deus são necessárias duas atitudes: arrependimento e fé. O arrependimento provém de uma convicção interior de que não estamos alinhados com Deus, Seus princípios, valores e verdades. A fé refere-se a uma disposição de sermos fiéis a Ele com a disposição de agradá-Lo. Então, eu me alinho com Deus, a fim de obedecê-Lo. “Por que o Reino de Deus é tão importante para que o busquemos?” Nós vivemos em um mundo com muitas disputas de poder e uma desconfiança profunda a respeito das hierarquias que separam os seres humanos uns dos outros. Essas coisas promovem toda sorte de guerras e conflitos, que somente se justificam pela vaidade e o orgulho dos egos, que pretendem se afirmar à custa da diminuição e destruição dos demais. Como seria bom se nós tivéssemos um coração de “crianças de Deus”! Teríamos breves desentendimentos, porém, logo enxugaríamos as lágrimas, cooperaríamos mais e teríamos menos competição. Experimentaríamos mais perdão, menos ressentimentos e ódio. Teríamos mais partilha e menos acúmulo, mais prazer e menos agressões, mais amor e as dores seriam menores. 1. Que eu ponha em primeiro lugar na minha vida o Reino de Deus. Jesus disse aos Seus discípulos: & Portanto, ponham em primeiro lugar na sua vida o Reino de Deus e aquilo que Deus quer, e ele lhes dará todas essas coisas. (Mt.6:33 NTLH) Reparemos a ordem que Jesus estabelece neste verso das Escrituras Sagradas: Primeiro, nós devemos buscar o Reino de Deus, o Seu governo sobre nossas vidas. Em segundo lugar, procurarmos conhecer o que Deus quer, isto é, o estilo de vida que O agrada. Para agradarmos a Deus é necessário que procuremos aprender sobre os princípios espirituais e morais que devem nos reger, a fim de alinharmos nossas vidas com Ele. Em terceiro lugar, que nós confiemos na Sua providência. 2. Que eu rejeite a tendência pagã ao buscar a presença de Deus. (cf. Mt.6:19-34) O ser humano comum tem uma tendência de inverter essa ordem, pois sempre busca a Deus pensando nas suas necessidades físicas em primeiro lugar! No entanto, nós deveríamos buscar o Seu Reino, a fim de aprendermos e alcançarmos, primeiramente, as necessidades espirituais e morais, para comungarmos com a Sua vontade nas diferentes situações que se apresentam em nossas vidas. Então, nós confiamos em Suas mãos todas as nossas necessidades, sejam elas quais forem! 3. Que eu “veja e entre” no Reino de Deus, por meio do “Novo Nascimento”. Certa vez, Jesus foi procurado por um mestre – um professor e líder da religião judaica –, que se chamava Nicodemos. Vejamos: & 1 Havia um fariseu chamado Nicodemos, que era líder dos judeus. 2 Uma noite ele foi visitar Jesus e disse: - Rabi, nós sabemos que o senhor é um mestre que Deus enviou, pois ninguém pode fazer esses milagres se Deus não estiver com ele. 3 Jesus respondeu: - Eu afirmo ao senhor que isto é verdade: ninguém pode ver o Reino de Deus se não nascer de novo. 4 Nicodemos perguntou: - Como é que um homem velho pode nascer de novo? Será que ele pode voltar para a barriga da sua mãe e nascer outra vez? 5 Jesus disse: - Eu afirmo ao senhor que isto é verdade: ninguém pode entrar no Reino de Deus se não nascer da água e do Espírito. 6 "Quem nasce de pais humanos é um ser de natureza humana; quem nasce do Espírito é um ser de natureza espiritual." (Jo.3:1-5 NTLH) 3.1. Os milagres não me fazem capaz de ver e entrar no Reino de Deus. Nicodemos reconhecia que Jesus era um mestre enviado por Deus, pois os Seus milagres evidenciavam esse fato. Porém, ele não conseguia enxergar a verdadeira missão de Jesus neste mundo, assim como muitos de nós hoje em dia. Repare que Jesus não o condenou por avaliá-Lo como sendo enviado por Deus, por causa dos milagres que realizava, mas procurou ensiná-lo acerca do modo correto de como poderia “ver e entrar” realmente no Reino de Deus. Pela declaração de Jesus, os milagres, por mais poderosos que pareçam, não podem fazer com que uma pessoa “veja e entre” no Reino de Deus, pois Satanás pode realizá-los também, através dos seus agentes neste mundo! 3.2. Que eu sempre me lembre da advertência de Jesus aos Seus discípulos com relação a milagres. Numa outra oportunidade, Jesus disse aos Seus discípulos: & 21 - Portanto, se alguém disser para vocês: “Vejam! O Messias está aqui” ou “O Messias está ali”, não acreditem. 22 Porque aparecerão falsos profetas e falsos messias, que farão milagres e maravilhas para enganar [desviar da Verdade], se possível, até o povo escolhido de Deus. 23 Prestem atenção [aprendam a discernir, considerem cuidadosamente]! Eu estou lhes dizendo tudo isso, antes que aconteça. (Mc.13:21-23 NTLH) Hoje em dia, eu vejo muitos líderes dizendo que Jesus está em um determinado local, devido aos milagres que estão sendo realizados. Porém, se as pessoas não “veem e não entram” no Reino de Deus, ou seja, se elas não buscam o governo de Deus, seus princípios, valores e Sua Verdade, elas estão agindo como os pagãos, os quais não se interessam pelo caráter de Deus e só buscam soluções para os seus problemas. 4. Que eu aceite a obra de recriação Divina em minha vida, a fim de me tornar útil em Seu Reino. Voltando ao nosso texto em João 3, a pergunta que faço é: “Como nós podemos ‘ver e entrar’ no Reino de Deus?” Jesus responde a essa pergunta dizendo que é necessário nascer de novo, ou seja, da “água e do Espírito de Deus”. (veja Jo.3:3,5) 4.1. Entenda que o Novo Nascimento é uma obra da “recriação Divina”, assim como aconteceu com a Terra. Jesus está ensinando a Nicodemos sobre uma “recriação” da parte de Deus na vida de um ser humano desalinhado com Ele. Eu poderia falar muito sobre o “novo nascimento”, mas vou deixar para expor sobre esse assunto noutra oportunidade. Porém, hoje eu gostaria que você guardasse a ideia de que o novo nascimento é uma obra de “recriação Divina”. Para entendermos melhor, leiamos os cinco primeiros versículos do livro de Gênesis: & 1 No começo Deus criou os céus e a terra. 2 A terra era um vazio [nula ou sem utilidade aos Seus propósitos], sem nenhum ser vivente, e estava coberta por um mar profundo. A escuridão cobria o mar, e o Espírito de Deus se movia por cima da água. 3 Então Deus disse: - Que haja luz! E a luz começou a existir. 4 Deus viu que a luz era boa [útil, abençoadora, valiosa, trazia boa compreensão, generosa, benéfica, trazia felicidade, correta] e a separou [como oposição] da escuridão. 5 Deus pôs na luz o nome de “dia” e na escuridão pôs o nome de “noite”. A noite passou [o período de sofrimento], e veio a manhã. Esse foi o primeiro dia. (Gn.1:1-5 NTLH) Façamos uma analogia entre nós e a recriação da Terra. Nós estávamos vazios, ou seja, inúteis para os planos Divinos, pois vivíamos sem nobreza, na obscuridade e separados das bênçãos de Deus. A escuridão da ignorância acerca da Graça Divina nos envolvia e estávamos mortos para Deus. Porém, o Espírito de Deus estava sobre nós esperando o momento exato para nos iluminar com a luz de Cristo, pois, segundo o Seu propósito, Jesus seria útil, generoso, nos abençoaria e traria felicidade às nossas vidas; além do mais, aprenderíamos a separar, por meio da “luz”, as “obras da escuridão”. Na verdade, nós éramos um abismo, um caos, que da morte passou para a vida! Então, o que havia sobre a Terra na sua recriação? A escuridão, a água e o mover do Espírito de Deus, ou seja, a ignorância ou o desconhecimento da “Vida do Alto”, a morte e o trabalho da Vida Divina. Quando a “luz Divina” se instalou na Terra, ela saiu do estado de morte (de inutilidade e desgraça) para a vida. Em outro termo, ela “ressuscitou” pela ação do Espírito e da “luz”, a qual representava Jesus. (cf Jo.8:12; 1:4,9; 9:5; 12:35,36,46) Toda pessoa que não se alinha com Deus é considerada por Ele como sem a Sua vida, e por isso, precisa ser recriada em Cristo, ou seja, ela precisa receber a “LUZ” por meio do poder do Espírito de Deus. A pessoa precisa morrer para si mesma e passar a viver para Deus e Seus propósitos. A Terra foi escolhida por Deus, a fim de que nela os Seus propósitos fossem realizados, e você também foi escolhido por Deus pela mesma razão. Entretanto, você pode estar se distanciando das razões do chamado Divino! Então, você precisa se arrepender e voltar a viver em obediência e fidelidade, ou seja, pela fé. Caso não aceite a proposta Divina, a destruição o atingirá! 4.2. Entenda que o Dilúvio foi também uma obra da recriação Divina. (cf. Gn.6-9:1-17) Deus cobriu a Terra com água, ou seja, ela morreu para depois renascer por meio dos descendentes de Noé. Todos os seres humanos que habitavam sobre a Terra morreram, mas Noé e sua família viveram com a graça de Deus. Deus deu a oportunidade a todos para se arrependerem de seus erros, por um período de 120 anos. Todavia, eles se afastaram do Criador cada vez mais, e o que Deus disse antes de enviar o Dilúvio? & Aí o SENHOR Deus disse: - Não deixarei que os seres humanos vivam para sempre, [não lutarei mais com eles] pois são mortais [não aceitam a minha mensagem sobre a vida]. De agora em diante eles não viverão mais do que cento e vinte anos. (Gn.6:3 NTLH) Noé e sua família morreram para si mesmos, enquanto os demais seres humanos viveram para si mesmos e desprezaram a Deus, o Criador. Eles se tornaram inúteis uns aos outros e à própria vida! Concluindo. Sem o “novo nascimento”, ou seja, sem que permitamos o trabalho de recriação de Deus em nós, não seremos capazes de “vermos e entrarmos” no Reino de Deus e, portanto, seremos inúteis a Ele, uns aos outros e à própria vida. Se assim vivemos, o que devemos aguardar se não a desgraça ou a destruição? Como eu estou procurando dizer desde no início desta meditação, os princípios, valores e verdades contidas no Reino de Deus nos trazem felicidade, bênçãos, direção, iluminação, compreensão e vida, a “Vida do Alto” – a Vida que vem de Deus, por meio de Jesus Cristo. Como eu preciso ver e estar dentro do Reino de Deus, a fim de atravessar os desertos e os vales sombrios que esta vida me impõe! Sem o Reino de Deus, viverei somente para mim mesmo e me tornarei uma pessoa melancólica, triste e indefinida tanto espiritual como moralmente falando. Além do mais, viverei sob grandes pressões psicológicas e sofrerei de depressões, síndromes e traumas sem fim! Sem o Reino de Deus, ficarei sem direção, perdido e inseguro em todas as situações, pensando que sei quando não sei o que fazer. Serei escravo do medo, da aflição e da angústia. A ansiedade me sufocará, pois a inquietude profunda oprimirá o meu ser. O “novo nascimento” ou a recriação Divina é a melhor resposta Divina para cada um de nós, a fim de perseveremos nesta vida bruta e perversa, pois Deus não destruirá mais a Terra e seus habitantes com a água, mas com o “juízo final”, pois todos terão que comparecer perante Jesus para receberem a justa sentença, pelo bem ou pelo mal que fizeram neste mundo. Que nós aceitemos a recriação Divina, ou o “novo nascimento” oferecido por Deus, a fim de vermos e entrarmos no Seu Reino, pois esta é a única maneira de desfrutarmos da Sua graça, bondade e bênçãos. Que aprendamos a morrer para nós mesmo e a viver para Deus, por meio de Jesus Cristo. Que nós nos unamos a Cristo, a “Luz Divina”, para sermos novas pessoas em Deus. & "Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo." (2 Co.5:17 NTLH) Na próxima semana, se Deus permitir, compartilharei com você acerca de “COMO EU SEI QUE ESTOU DENTRO DO REINO DE DEUS”. Que o Eterno nos abençoe! Leia Mais
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11

HEBROM DO FACEBOOK

HORÁRIOS DAS REUNIÕES

relogio

Domingos, às 18:00hs
Terças-feiras, às 20:00hs

LOCALIZAÇÃO